O dia começa
Todavia nem sempre termina
Em flores.

 

Um dia, de repente, há
Flores por todos os lugares
Noutro dia, não.

 

Há tempos floridos
Primaveras eternas
Só Deus explica…

 

Há, no entanto, sem explicação
Tempos de seca
Colheita morta.

 

Nenhuma flor
Nenhuma planta
Parece que, de súbito, tudo se foi.

 

Já não vês flores
E quando não vires mais flores
Vires flor.

 

Seja a flor
Seja a cor
Seja o perfume suave.

 

Seja a primavera
Seja o colorido
Seja o aroma agradável.

 

A flor está dentro de você
Desabroche
E brilhe!