Chega nesta semana, depois de muitas conversas, cafés, chopinhos e intermináveis horas de trabalhos conjuntos, o novo diretor e editor de Arte da DUNA Writers, Joaquim Ferreira Sobrinho. A foto que abre este artigo, mais uma apresentação simpática de boas-vindas, sintetiza o jeito de ser e de trabalhar do Ferreira, que foi meu chefe na revista SuperVarejo, onde fui repórter por nove anos antes de voltar ao magistério, e que antes e depois de mim continuou a fazer um excelente trabalho junto à APAS (Associação Paulista de Supermercados), que distribui mais de 70 mil exemplares mensais da revista por supermercados de todo o país. Neste momento ele dirige uma agência de comunicação que marca presença no cenário empresarial de São Paulo e seus clientes podem contar com o melhor profissional de comunicação do mercado varejista.

Quando ingressou na SuperVarejo, ainda nos anos 90,  tratou de dar um aspecto mais moderno à revista, uma nova diagramação, aproveitamento total dos espaços sem pesar no visual, fotos maiores e mais abertas, com cores e cenários atrativos e seções fixas e organizadas. Tratou também de contratar caras novas como a minha, vindas de outros veículos e com forte pendor para a reportagem investigativa, embora o tema de supermercados tenha sido mais prosaico e menos perigoso que a página policial. Ainda bem.

Juntos editamos o livro “Supermercado Nosso de Cada Dia”, uma obra de referência para todos os que pesquisam sobre a História dos supermercados em São Paulo e no Brasil, com edição esgotada e só encontrada em bibliotecas. Foram muitas horas e mais de três anos para uma edição revista e atualizada que contemplasse toda a trajetória do varejo de auto-serviço. Mas Ferreira nunca desistiu e levou o projeto adiante, persistente e determinado, pois sabia que ali havia um livro de grande importância. Fez mais por altruísmo que por dinheiro, poeta como só ele sabe ser!

Tive a felicidade de acompanhar também sua trajetória acadêmica. O professor Ferreira é movido a desafios e seu mestrado em Varejo o levou a dar aulas nas mais prestigiadas faculdades de Administração, onde se mostrou o orientador e o mestre de que todos os alunos precisavam para aprender. Assisti pessoalmente a algumas de suas aulas e foi quando pude confirmar a confiança que os estudantes tinham nele e como se sentiam próximos e seguros diante das informações que ele transmitia tão objetiva e claramente.

Nosso trabalho na DUNA Writers tem um pouco de tudo isso. Lidamos com autores novos ou já consagrados; com colaboradores que revisam, preparam, editam e traduzem textos, capistas; com diretoria técnica, administrativa e geral; com colaboradores do periódico e todos os aspirantes a escritores que vocês possam imaginar. Só mesmo o Ferreira para nos ajudar a dar conta de tantas atribuições a que ele mesmo se dispôs. Imagine a minha felicidade! Ele vai também dar essa nova cara aos livros da DUNA, acelerando o processo de edição e publicação.

A foto que abre esta apresentação fala muito mais do que é mostrado. Foi tirada em um evento anual da APAS. À volta do mestre de bigodes está a equipe de repórteres que ele ajudou a formar. Estou ali,  tendo a um lado a jornalista Neide Martingo, minha amiga de faculdade, hoje na TV Record, fazendo matérias de alto nível; e ao outro a também colega Fernanda Junqueira, jornalista das boas.  Há muitos outros outros que ele orientou e não couberam nessa foto. Eles, como eu, continuam seus caminhos sob a batuta segura, amiga e confiável do Ferreira.

Seja muito bem-vindo!