Um dia, o Amor estendeu as mãos
para o nada e abriu o espaço…

Um dia, o Amor estendeu as mãos
para o homem e abriu-se o encontro…

Um dia, o Amor se tornou
vida de tua vida e eu existi…

Mãe, o céu sem confins revela-me teu amor…
A vastidão do mar fala-me da tua bondade…
As altas montanhas refletem teu heroísmo…
A profundeza dos vales espelha tua humildade…
A beleza das flores traduz teu caminho…

Tudo isso encerras dentro de teu grande coração…
E silenciosa, serena, sorrindo,
continuas labutando no cotidiano da vida.

Um dia, o Amor se tornou
vida de tua vida e eu existi.

Obrigado, Mãe!

Comments are closed.