2018 já constitui um ano incomparável. A História que tem sido escrita é um divisor de águas para o Brasil, e futuramente para o mundo. O despertar finalmente começou: a sujeira por debaixo do tapete e os quase 130 anos de mentiras arrepiantes está vindo à tona.

Eis uma bandeira de triunfo que volta a tremular e um movimento unificador e libertador que ressurge. Após anos de informações distorcidas, personagens fabricados e símbolos falsos o país acorda e se percebe em um emaranhado de movimentações separatistas, anti-patrióticas e aprisionamentos. A falta de segurança, a violência e a constante ocultação da realidade tornaram o país um fiasco econômico completamente rejeitado e desprezado pelos países desenvolvidos. O povo brasileiro cada vez mais desunido ora culpa seus próprios conterrâneos ora culpa os países da Europa por sua miséria e por uma falta de liberdade, de igualdade, de sabedoria e de fraternidade sem precedentes. A verdade, meus caros, é que a República Federativa do Brasil está em ruínas. O país está acabado.

Operações, prisões, novas descobertas:

Inúmeras operações, em destaque a Operação Lava-Jato, tomam conta dos noticiários nacionais e internacionais. Prisões e descobertas de fraudes, roubos e malfeitos são anunciados diariamente no Brasil. Um teatro de horrores é desmantelado e uma nação começa a ter o véu dos enganos retirado. Documentos históricos guardados no exterior são trazidos à lume e uma gama de acadêmicos e historiadores levanta-se para assinalar os desvios na História do Brasil.

Os verdadeiros heróis:

Os verdadeiros heróis são redescobertos e suas trajetórias e obras são trazidas à tona. José Bonifácio e Dom Pedro II começam a receber as honras que sempre mereceram.

Os símbolos nacionais:

Os autênticos símbolos nacionais: o Brasão, o Hino da Independência e a Bandeira Imperial vêm sendo elevados ao status de onde nunca deveriam ter sido removidos.

Os monarquistas:

Como outrora, grandes monarquistas surgem e suas vozes ganham espaço, força e adeptos. Os nomes de vários intelectuais e acadêmicos destes tempos atuais estarão gravados para sempre na História do Brasil e do mundo.

DUNA:

Fundado em 2017 o Movimento Cultural Brasil Noruega cujo objetivo é resgatar valores e princípios cristãos e cívicos, encorajar empreendedorismo e elevar o nível de educação e o desenvolvimento humano integral tem participação ativa no movimento de restauração do Brasil. Talvez, o movimento cultural mais importante do momento, DUNA dialoga com a família imperial brasileira e tem membros diretamente relacionados a movimentos de restauração monárquica, abrigando intelectuais e acadêmicos em todo o país que lutam pelo recomeço e pela retomada da História verdadeira da nação.

DUNA almeja a fraternidade real e uma nação estável e confiável capaz de reconquistar sua condição de país seguro e respeitado perante as demais nações do mundo.

Restauração da Monarquia no mundo:

O descontentamento com a República é crescente. México, Itália, França, Romênia, Grécia, Áustria, Rússia e até Irã já registram seus movimentos, ainda que timidamente, rumo restaurar a Monarquia uma vez que os cidadãos passam a percebem que os países monárquicos tem um êxito e uma estabilidade muito maior do que os republicanos que, nos últimos tempos, têm se convertido em ninhos comunistas.

Documentários e livros confiáveis:

O ano de 2018 é um ano em potencial para as primeiras grandes produções no que concerne a reconstrução da verdeira História do Brasil. O documentário Brasil Paralelo traça um recomeço nunca antes vivenciado em que intelectuais de peso de diversas partes do país unem-se munidos de estudos e documentos oficiais – alguns deles guardados em bibliotecas no exterior – para levar a população os fatos tais como ocorreram. Sem maquiagens, sem truques, sem simulações, é chegada a hora da verdade nua e crua.

Na literatura livros como os de Dom Luiz Philippe de Orléans e BragrançaPor que o Brasil é um país atrasado? – e como os dos jovens escritores Fábio Couto Lírio Paulo Victor Rodrigues dão início a um acervo de um seleto grupo de autores cujo escopo é reescrever a história do país.

Adquira agora os livros publicados por Duna Writers e posicione-se! Estes são os livros que, no futuro, serão apontados como os primeiros livros a fazer a diferença na História do Novo Brasil.

Por um Novo Brasil e que Deus nos abençoe.

 

 

 

 

 

Website Comments