O quarto GP da temporada no Circuito Urbano de Baku foi acirrado. No grid de largada, Vettel largou novamente em primeiro, seguido de Hamilton e Bottas, se mantendo na liderança até a metade da prova. Após trocar os pneus, é ultrapassado por Valtteri Bottas e assume a segunda posição.

A disputa em destaque foi entre a equipe da Red Bull. Daniel Ricciardo estava atrás de Verstappen, e estava ansioso para ultrapassar o parceiro. Na volta 35, em uma curva, ele consegue. Mas como não tinha feito o pit stop, ele teve que entrar nos boxes. Assim, novamente Verstappen assumiu o quarto lugar. Porém, por conta da fome de Ricciardo de retomar a posição perdida, na volta 45/51 ele se choca com o parceiro de equipe, e ambos abandonam a corrida. O Safety Car foi acionado e foi feita a relargada. Grosjean durante o aquecimento dos pneus, saiu de traseira e se chocou com a parede lateral direita da pista e teve que abandonar. Bottas se manteve em primeiro seguido de Vettel e Hamilton. Em uma tentativa desesperada de passar Valtteri Bottas, Sebastian Vettel em uma curva, acabou abrindo uma barriga e caiu para a quarta posição atrás de Pérez da Force India. A vitória parecia certa para Valtteri. Após passar em cima de um destroço, seu pneu traseiro direito furou, e faltando menos de 4 voltas, é forçado a se retirar. Assim, o vencedor foi o inglês Lewis Hamilton seguido de Kimi Raikkonen e Sergio Pérez da Force India. Agora, Hamilton está 4 pontos à frente de Vettel, que terminou em quarto.

A próxima disputa será no GP da Espanha dia 13 de maio no Circuito da Catalunha.