A Noruega está na vanguarda dos esforços internacionais para promover a educação global e é também um dos maiores doadores para a Parceria Global pela Educação.

«A Noruega é um dos maiores doadores da Parceria Global para a Educação e instamos os outros doadores a aumentar o seu apoio. Juntos, continuaremos nossos esforços para garantir que todas as crianças e jovens tenham acesso à educação, especialmente meninas que ainda estão sendo excluídas ”, disse o ministro do Desenvolvimento Internacional, Nikolai Astrup.

O Ministro do Desenvolvimento Internacional anunciará a contribuição da Noruega para o período de 2018-2020 na Conferência de Financiamento da Parceria Global pela Educação (GPE) que acontece hoje em Dakar, Senegal. Nos próximos três anos, a Noruega fornecerá um total de NOK 2,07 bilhões, um aumento de NOK 600 milhões em comparação com nossa contribuição para o período 2015-2017. O compromisso norueguês contribuirá para fornecer treinamento para mais 1,7 milhão de professores e para permitir que mais 19 milhões de crianças concluam o ensino primário.

A educação é de importância crucial para combater a pobreza e promover o desenvolvimento social. Cerca de 264 milhões de crianças e jovens estão fora da escola. Além disso, há muitos lugares onde a qualidade da educação é tão ruim que as crianças nem aprendem habilidades básicas, como numeramento e alfabetização. Isso tem consequências importantes em termos sociais, econômicos e de segurança, tanto para os países que estão ficando para trás quanto para o resto da comunidade internacional ”, disse Astrup.

O PGE é uma parceria de doadores, parceiros de países em desenvolvimento, organizações internacionais, organizações da sociedade civil, setor privado e fundações filantrópicas. Seu principal objetivo é apoiar os próprios planos dos países para a educação, especialmente a educação primária.

O apoio prestado durante o período de financiamento anterior, quando a Noruega era o terceiro maior doador, produziu bons resultados. Em 2015, o número de crianças matriculadas em escolas primárias nos países em desenvolvimento parceiros da PGE foi 75 milhões maior do que em 2002. O Níger usou o financiamento da PGE para melhorar a qualidade da educação, introduzindo instrução em língua materna, desenvolvendo um novo currículo, melhorando a aprendizagem. ambiente e recrutamento de professores treinados. Como resultado dessas reformas, 78% das crianças estão concluindo o ensino primário, em comparação com apenas 51% há alguns anos.

“O apoio da Noruega à PGE nos próximos anos se concentrará na educação das meninas, na inclusão de crianças com deficiências, na eficácia dos professores e nos resultados de aprendizado, e em como o trabalho no setor escolar pode ser mais eficaz”, disse Astrup. .

A Noruega está na vanguarda dos esforços internacionais para promover a educação global. Mais informações estão disponíveis aqui.

Veja Também: Capacitação de professores em www.duna.global/edu