Iniciamos hoje a série Aprendendo com o Brasilianismo. Nosso primeiro tema é: sociedades literárias no Brasil. Uma pergunta recorrente é em que momento da História do Brasil surgiu a figura da Sociedade Literária, e conseqüentemente, as primeiras sociedades literárias e de onde vieram. Afinal, as Academias de Letras, Escolas Literárias e Movimentos Literários são organizações modernas?

Na verdade,ao contrário do que muitas pessoas pensam a idéia de organizar grupos dedicados à produção literária, filosófica e científica é bastante antiga. Muitas delas, inclusive, reuniam as áreas de Belas Artes, Matemáticas e Ciências Naturais, isso porque, em realidade, todas essas matérias se interligam em um dado momento, dialogando beneficamente entre si.

Foi no Brasil colônia que chegaram as primeiras Academias literárias no Brasil, idéia trazida de Portugal:

 

1724 – Academia Brasílica dos Esquecidos – Bahia

1736 – Academia dos Felizes – Rio de Janeiro

1751/52 – Academia dos Seletos – Rio de Janeiro

1759 – Academia Brasílica dos Renascidos – Bahia

 

Os primeiros intelectuais do Brasil eram pessoas ligadas às áreas de Letras, Filosofia, Ciências e Política.

Em breve, traremos mais novidades e séries sobre as sociedades literárias no Brasil, seu papel e importância atemporal.

Saiba mais sobre Brasilianismo clicando aqui.

O primeiro projeto do Brasilianismo é o Cordel Cordial. Acesse dados do projeto aqui.

Comments are closed.