Após ler o brilhante artigo de Leonardo Garbossa, aqui no Duna Press, me senti tocado a escrever também uma pequena análise sobre esse tema importante e empolgante e que, como professor e educador a mais de 30 anos, vejo como uma das grandes saídas para nosso processo educativo.

O princípio do Homeschooling não é nenhuma Coisa Inventada a pouco tempo, o princípio básico já era desenvolvido a séculos. No Brasil Imperial, por exemplo, após a criação dos Liceus, para atender aos meninos, as meninas das famílias mais abastadas, usavam as preceptoras para dar uma educação as “Moças Casadouras”. Inclusive podemos observar isso em uma telenovela da Globo, do horário das 19 horas, onde as filhas menores do personagem de Edson Celulari, tinham uma “professora” em tempo integral, visto não ser de bom tom as meninas frequentarem os Liceus.

Mas, minha análise vai um pouco mais à fundo nessa temática, visa demonstrar o porquê da má vontade política de permitir a abertura do processo do Homeschooling no Brasil, e está ligado a questão da dominação política existente em nossa nação pelo Marxismo Cultural, Gramscismo e outras pragas ditas de esquerda, como forma de deturpação educacional, fazendo parte da chamada Agenda Esquerdista, ou Nova Ordem Mundial, ou o nome que se queira dar, mas, que claramente é uma forma de impedir o Livre pensamento de nossos educandos.

Como professor atuante ainda em sala de aula, vemos como a educação está degradada, maculada, rebaixada ao rés do chão. Ainda neste mês em conversa com colegas em Sala dos Professores, os mais antigos comentavam como era uma GUERRA SANTA, o dia de Prova, onde, tínhamos de ter a atenção quadruplicada para evitar a famigerada COLA, processo de aprendizado forçado onde o aluno tinha dois princípios básicos: Ou tentar buscar num colega a ajuda necessária para conseguir as respostas, ou então, passar horas a fio, lendo e revendo conceitos e definições para tentar montar mirabolantes formas de colar. Lembro ainda muitas das que eu fazia, e que no final se mostravam inúteis, pois, ao ler, estudar, escrever, reduzir o referido papel para a Lembrança da questão ou da fórmula tal, me via lembrando do que tinha lido e estudado sem querer. Hoje, tais práticas não são mais observadas, porque ao final das contas a aprovação é quase que automática para o aluno por força do poder das esferas superiores da educação e que o professor não consegue se desvencilhar.

E podem estar perguntando o que isso tem a ver com a Homeschooling? O Processo de Dominação das Massas. Faz-se com que as crianças não tenham mais aquele apelo pelo estudo, e uma das piores coisas a terem acontecido foi o Smartphone, que se tornou não uma ferramenta de educação, mas, de deseducação nas mãos ávidas dos alunos em busca dos Facebooks, Whatsapps e Instagrans da vida.

No Português claro: A ESTUPIDIFICAÇÃO DO ALUNO passa a ser a temática dos que detém o poder. Quanto menos esclarecido for o aluno, mais estupidificado será esse adulto, coisa que nos últimos 30 anos se espalhou como rastilho de pólvora no Brasil. A educação está ladeira abaixo, por força das instituições públicas que determinam as ações (não vou aqui ficar dizendo nomes, mas, é claro como água). Este processo de estupidificação do aluno atende ao anseio das classes políticas dominantes no país. Quanto mais desinformado for o povo mais fácil de dominá-lo. Tendo inclusive alguns desses poderosos já apresentado e demonstrado claramente através de propagação de ideias de que as crianças são propriedades do Estado e por isso devem ser doutrinadas e direcionadas pelo mesmo, tentando com isso retirar do poder das famílias o direito de escolher a melhor forma de educar suas gerações futuras.

O processo do Homeschooling nesse caso se torna uma barreira natural contra essa ação dos interessados na dominação política via viés cultural e educacional. Em casa, pais conscientes da necessidade de que seu filho se torne um Cidadão consciente dos problemas nacionais e com isso se torne uma voz a clamar contra essa desapropriação que vemos ocorrer em nossas instituições familiares, culturais, educacionais, políticas, em fim, de todo o processo de crescimento do país como uma nação grandiosa para se tornar uma TETA SUGADA por essas castas de dominação que temos infestando o Legislativo e Executivo, e ai vemos a ação nefasta do Judiciário que através de seu Órgão Máximo, proíbe o Homeschooling no Brasil, proibição esta que reforça as práticas de dominação política e cultural devastadora das ditas Castas Políticas (eu prefiro: “Os Gafanhotos Politiqueiros que infestam a lavoura política do Brasil”), em detrimento do real desenvolvimento educacional e cultural do país, que tal prática educativa poderia nos proporcionar.

Em suma: O Homeschooling, hoje no Brasil, na visão das Castas Políticas que dominam o país nas últimas três décadas, seria uma vacina contra essa Estupidificação da população e como tal, uma via de libertação das dominações mequianas e dos que querem o brasileiro cada dia mais atrelado as subculturas musicais, artísticas, culturais, cinematográficas, televisivas em detrimento de um enriquecimento cada vez maior de nossas crianças em rumo ao desenvolvimento educativo e libertador de uma prática nociva trazida para o seio de nossa sociedade pelo anseio dominador da Casta Política Brasileira.

A luta pela liberação e reconhecimento da importância e eficácia do Homeschooling para nossas crianças e engrandecimento de nosso país tem de ser cada dia mais aguerridas e fortificadas. Não permitamos que caia no esquecimento ou no marasmo do mesmismo a luta por todos os tipos de processos bons e libertadores de nossas crianças dessa nefasta dominação do Estado.

Aos pais, cabe dar a educação de seus filhos. O papel de uma escola e de seus profissionais é ensinar e passar conhecimentos que gerem material para essa família e para a própria criança, permitindo com que ela tenha a condição de discernir sobre que papel deve e quer ter na sociedade e não DIRIGIR essa criança ao que interessa à este Estado.

A essa pratica política nefasta e de dominação estatal, eu chamo Fascismo Educacional e uma das vacinas mais eficaz  é – HOMESCHOOLING.

Rio 25 de setembro de 2018

Luiz Gustavo Chrispino

Website Comments