Todo ser emanado pelo Criador, seja pedra, planta, animal, cadeira, etc., tem uma parte do Todo dentro de si, a famosa Centelha Divina. Essa Centelha que colapsa a função de onda quando algo ocorre em sua vida, ou seja, ela que tem o poder e não o ego.

Todos somos feitos de átomos, que geram ondas e energia. O elétron que envolta os átomos também é divino, pois obedece o colapso da função de onda, ou seja, tem consciência e age conforme o sentimento e vontade do observador.

Para deixar a centelha colapsar, basta não impor o que o ego quer e também no tempo que ele quer; é necessário que os nossos interesses particulares saiam de lado e deixemos a centelha agir conforme a vontade do Todo, que será a melhor para você e para todos.

Quem manda no final é o Todo/Deus e é difícil para nós seres humanos entender que o melhor é deixar o ego de lado e assumir que a Centelha é fundamental para nossa evolução, criação e crescimento, mesmo que isso envolva abrir mão de bens materiais, como casas, mansões, carros de luxo, iates.

Você acha que o Todo se importa com mansões ou iates, ou com milhões e bilhões de reais ou dólares? Acha que a Centelha e o Todo se importam com festas, poder, status e dominação?

O objetivo dele é Amor (que é uma frequência física, energia e possui ondulação), crescimento exponencial e fazer o bem para os outros. Esse é o papel da Centelha e do Todo.

Entender o universo é coisa da Centelha. O ego não quer saber de conhecimento, nem entender o que o Todo pretende, ou o que ele quer que busquemos e saibamos. Algo que vá contra o ego e sua vontade é desperdício para ele (ego), pois o ego quer dominar, mais e mais coisas, poder, etc. Por isso temos dificuldade em soltar e fazer as coisas acontecerem em nossa vida, bem como criar nossa realidade de uma forma feliz e evolucionista.

Todo apego gera sofrimento, ou seja, quanto mais se apegar aos bens, coisas e situações, mais sofrimento virá, pois devemos aceitar a vontade do Todo e não do ego. A Centelha deve trabalhar, mas precisamos sair de lado e deixar isto acontecer. Ninguém quer dar um cheque em branco para o Todo, este é o principal problema.

O sofrimento é causado por nós mesmos, pois o Todo e a Centelha agem com felicidade e pela alegria e amor. O soltar é para facilitar entrar no fluxo e acelerar a união entre ego e a Centelha Divina. Desapegue-se, foque na solução, não no problema. Foque em crescer, trabalhar, estudar e ajudar os outros e todos os teus problemas irão se resolver. Fazer o máximo, esta é a regra primordial. Comece aos poucos e vá aumentando sua capacidade, pois isto fará ajudar os outros e resolveremos muitos problemas coletivos.

No entanto, há variáveis. Se fizer tudo isto,  os problemas se resolverão e começará a criar coisas em sua vida, mas será no devido tempo, não há jeitinho. Será no tempo do Todo e não do ego. Desapego total das coisas, que seja começando com o primeiro passo e assim continua o crescimento. Quanto mais soltar mais se iluminará e menos problemas terá.

Enfim, não será na vontade e hora do ego e sim na hora da Centelha Divina.

Nosso mundo mudará drasticamente para melhor se uma pequena parcela da população mundial iniciar o soltar, entender esta tese, abandonar o ego e assumir que deve seguir a Centelha. Quanto mais soltar terá mais prosperidade. Lei de causa e efeito, quanto mais fizer mais terá em troca. Quanto mais ajudar os outros mais será ajudado, de inúmeras formas e áreas.

Quanto mais ajudar mais crédito, quanto mais mal fizer ou mais ego, mais débito. Quanto mais receber mais tem que fazer. Ajudando os outros o Todo lhe dará de volta 10 vezes mais. Quanto mais ajudar, mais receberá. Esse é o máximo da inteligência, ajudar, ajudar, ajudar, fazer pelo outro sem esperar nada em troca.

Não pode ser um negócio ou tática para tentar enganar, ou seja, se servir para manipular não gerará resultados.

Não é possível manipular Deus. Não há jeitinho, não há negociação ou ajudinha. Se negar será pior ainda. Analise por sua própria vida, de seus familiares e amigos. O Universo/Todo tem regras e mais cedo ou mais tarde os débitos e créditos são saudados e contabilizados.

As escrituras sagradas trazem (João 14:5,6):

Disse-lhe Tomé: Senhor, nós não sabemos para onde vais; e como podemos saber o caminho?

Disse-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim.

(Tiago 4: 7-8): Portanto, submetam-se a Deus. Resistam ao Diabo, e ele fugirá de vocês. Aproximem-se de Deus, e ele se aproximará de vocês! Pecadores, limpem as mãos, e vocês, que têm a mente dividida, purifiquem o coração.

A centelha por vezes está soterrada pelas aparências, banalidades, desejos pessoais, futilidades, prazeres a todo momento. Quem vive no ego não quer que o castelo de areia caia, que é entender a intuição. Esta intuição terminará com todos estes desejos supérfluos ou só materialistas.

Quem sou eu? Temos que descobrir quem é nossa Centelha Divina.

Para alcançar o verdadeiro Eu, temos que ir pelo caminho do quanto mais simples melhor; seria um dos caminhos. O espírito é pronto, mas a carne é fraca.

 

Como todo conhecimento, de nada adianta apenas entender o que está escrito. Não seja egoísta, é preciso AÇÃO, ou seja, DIVULGAR E COLOCAR EM PRÁTICA. SUCESSO!

 

Para entender mais sobre o assunto, leia os artigos anteriores:

– A Centelha Divina e o ego – clique aqui.
– Em busca da unificação – clique aqui.
Fonte da imagem: http://pensopositivo.com.br/a-centelha-divina-de-luz-2/

Comments are closed.