Venho há um bom tempo estudando as pessoas, suas atitudes, a economia, psicologia entre outros tantos temas que nos envolvem.

De cada tema tento ligar como o mundo é hoje e como as pessoas vem agindo, principalmente quando se fala de política, filosofia, sociologia, psicologia e espiritualidade.

Tentando entender vários destes aspectos, entendi que a maioria de nós sofre da Síndrome da Barata Tonta.

Não está cientificamente comprovada, mas existe, é real, e muitos a tem e nem percebem.

Há algumas várias formas de tratar, das quais algumas discorrerei ao final.

Em geral esta síndrome está dominando quase 100% das mentes e sendo ensinada para as crianças e jovens diariamente, o que é possível ver pelo tanto de distração e banalidades que temos em nossas vidas. Quem tenta sair desta síndrome é julgado pelos outros ou taxado até mesmo de louco ou “fora da realidade”.

A maioria finge estar fazendo alguma coisa de importante para si e para os outros, mas aí quando encontra um caminho ou uma forma de ajudar os outros ou evoluir, vem a preguiça, a vontade de ficar assistindo 100 filmes, 100 jogos de futebol, dormir 20 horas, 7 dias por semana.

É como se quando tivesse que colocar um pouco de vontade, garra e determinação, ler, paralisa e dá um pire paque e se torna uma estátua, não sabe para que lado correr, o que fazer, nem mesmo por onde começar, dá voltas e voltas e nada faz que possa ser produtivo, criativo ou mudar sua vida e a dos outros para melhor.

Milhares de mensagens por whatsapp, centenas de vídeos, todos sem fundamento, conteúdo ou propósito. A maioria para idiotizar ainda mais as pessoas. Perda de tempo de todos. Tudo banalidades, nada de progresso ou evolução, apenas gastar o tempo, “entretenimento” e “socialização”.

Milhares de viciados em whatsapp, facebook e outras redes. Com que finalidade? Quase zero de proveito. Você vê? O plano de idiotização, controle e viciar as pessoas está em pleno andamento, e, funcionando muito bem. Se você já caiu neste sistema, também já tem a síndrome da barata tonta, ou seja, faz voltas e mais voltas e gasta muito tempo para nada.

Portanto, pegue como exemplo as redes sociais, são milhares de postagens, etc., para nada de bom ou produtivo. Ver 100 vídeos tem tempo, paciência, mas ler um livro ou pelo menos 10 páginas, – ah! estou muito cansado!, é muito abstrato, complicado!; não tenho livro!

Tudo isso é cômico. Uma piada, mas real.

E se mexer nesse “conforto” da pessoa, aí sim piora tudo. A barata tonta está vivendo hoje na visão romântica e cor de rosa da vida, na fantasia, enquanto temos muito o que fazer.

Algumas das formas de tratar é: SEJA PRODUTIVO!!! Trabalhe, leia um livro, faça um curso ou faculdade, ajude os outros, faça um trabalho voluntário ou social para alguma instituição ou entidade, faça uma horta pessoal ou comunitária, plante árvores, vegetais, frutas e ainda poderá colher no futuro. Largue o celular e o computador e vá estudar com seus filhos, ensinar e aprender, fazer uma horta e coisas juntos, abraçar, orar em família, etc.

É possível ver que quase todos estão com esta síndrome, pois poucos leem livros, fazem cursos, ajudam os outros, ou fazem algo realmente relevante para a sociedade, seja um trabalho voluntário, entre outros. Há pessoas que participam de uma ou mais entidades, achando que só por estarem numa reunião, ou discussão e debate estão fazendo algo de bom para os outros e a sociedade, enquanto estão apenas alimentando seu ego, aparência e status.

De igual forma, enquanto 1 bilhão de pessoas passa fome no planeta, milhões de homicídios e crimes no mundo todo, muitos continuam só assistindo novela, discutindo futebol o dia inteiro em grupos de redes sociais e aplicativos, etc. Também enquanto o país está acabando, querem um salvador e não querem sair da zona de conforto. E assim seguimos como baratas tontas.

Tente mostrar para as pessoas que estão com a síndrome, o quanto ela pode mudar de vida. Se não conseguir, vá para o próximo, pois todos temos o livre arbítrio, e ninguém tem o poder de mudar isto da pessoa, ou seja, quando recebemos um conhecimento ou ignoramos ou utilizamos e colocamos em prática. Cada receptor faz sua escolha, se fica na estagnação/zona de conforto ou evolui e tenta melhorar.

Tudo em nossa vida merece planejamento. Tal como abrir uma empresa, ou planejar estudos, carreira, futuro dos filhos. Tudo deve ser bem administrado, e, as pessoas acham que administrar é fácil, e só sentar na cadeira e pronto, o pior já passou. Que nada! Não fazem ideia de quanto precisa de sabedoria, estudos, análise e muito trabalho, para uma administração séria e com frutos.

Por fim, a barata tonta apanha de todos os lados, é escravizada e manipulada de todas as formas e bem embaixo do próprio nariz, mas acha que deve continuar levando com a barriga e que tudo se resolverá, pois ela sempre acha que está certa e fazendo o suficiente, bem como que já tem conhecimento em todas as áreas. Busque a cura!

Fonte da imagem: https://maringapost.com.br/angelorigon/2016/03/08/administracao-barata-tonta/