Na minha opinião muitos brasileiros não gostam de estudar porque o sistema educacional não ajuda.

A gente passa praticamente a tarde toda sentado na cadeira dura. Só escapamos disso quando tem educação física, que é só duas vezes na semana. E o recreio, que fiasco. 20 minutos, mal dá para comer a merenda, imagina brincar.

As aulas são muito chatas porque não tem atividades interativas e a gente tem que ficar com a cara no livro e copiando e a mão e o braço ficam doídos. As aulas mais animadas são de informática, música, artes, línguas e educação física, mas quando tem algum ensaio, normalmente, pegam o horário dessas aulas, principalmente horário de música e artes.

Em algumas escolas, quando está perto de uma apresentação a quadra é fechada e não tem educação física. E a hora para ir à biblioteca é no recreio. Claro, nunca dá tempo. Precisava ter um horário ou um dia para a gente ficar na biblioteca lendo o que quisesse.

As opções de aulas mais legais como xadrez e robótica ou não tem na escola ou quando tem só pagando para participar.

Outra coisa é que tem poucos passeios. Um ou dois por ano. O resto do ano a gente fica só dentro da escola sem conhecer nada de interessante que pode estar acontecendo lá fora na cidade, e quando tem uma situação específica no mundo, um acontecimento ou evento, muitas vezes, ninguém fala nada. E, até de datas como Dia de Ação de Graças, Dia Universal da Criança e Advento, às vezes, nem os professores sabem!!!

Muita coisa estranha acontece. A mochila fica sempre pesada. Minhas costas ficam doendo. E eu levo um montão de coisa que nem uso. E perto das provas, tem que levar um montão de livros na mochila e eu não posso tirar porque um livro às vezes é de duas matérias que tem provas em dias diferentes e tem aulas de matérias que não são as das provas. Eu fico todo confuso. E nas provas tem um estresse. Nas provas tem que colocar a resposta que está no livro, se colocar outra mesmo estando certo você leva errado. Comigo já aconteceu e eu tive que mostrar que eu estava certo na minha resposta mesmo a minha resposta não estando no livro escolar. Eu já tive que levar o dicionário para provar que eu estava certo. É porque eu sou assim eu leio coisas sozinho e leio dicionário também.

Dizem que estudar é divertido, mas assim, na real, não é nada divertido. Para as aulas ficarem melhores e os alunos gostarem mais de estudar poderia em primeiro lugar colocar assentos mais confortáveis; em segundo lugar, o recreio ser maior, em terceiro lugar fazer atividades com as datas comemorativas e os acontecimentos do momento, e também trabalhos de campo que eu acho que deve ser mais interessante que ficar na sala, mais interessante ir nos lugares, ter aulas fora da escola, conhecer empresas e ver como é, como as pessoas trabalham dá mais vontade de pesquisar e mais curiosidade. Usar aparelhos eletrônicos como tablet nos estudos, nas aulas normalmente e não só na de informática. E poder experimentar binóculos, lunetas, microscópios, fazer igual cientista de filme seria tão legal. Muito legal mesmo seria poder treinar ser um cientista, um detetive, um mergulhador, um personagem que existiu e participou de uma coisa importante tipo quando Érik, o Vermelho que saiu da Noruega e foi para as Américas, e que muita gente nem sabe quem foi ele.

Não sei se todo mundo no Brasil ia gostar mais de estudar com isso que eu pensei. Mas acho que muita gente sim. Eu gosto muito de estudar mesmo com esse sistema que não ajuda, e eu ia gostar muito mais se fosse melhor.

Eu quero um sistema de qualidade e poder estudar, aprender, conhecer, descobrir, investigar, explorar, ver coisas novas e acima de tudo ser feliz!

Imagem da Universia.

Website Comments

  1. jonsonll

    Triste realidade. A qualidade do ensino educacional no País terá que ser revisto, o ensino em tempo integral aliado as idéias apresentadas com diversas atividades pode ser o modelo ideal porque busca meios de incentivar mais a garotada. Porém os financiamentos necessários tem que partir da base.