Mirim Press, Nathan Cardoso, 10 anos MG-Brasil.

O Reino da Suécia é na Europa. A Rainha de lá é a Rainha Sílvia que é filha de uma brasileira. Ela já morou no Brasil e fala português. Deve ser legal falar com uma Rainha em português.

Eu acho a Suécia um país interessante e com bons exemplos. Se você for para a Suécia deve saber que antes de entrar em uma casa sueca precisa tirar os sapatos porque entrar sem sapatos em casa mantém a casa limpa e higiênica. E também, todos podem mostrar suas meias bonitinhas. Eles gostam de usar meias coloridas, com desenhos e eu depois que eu soube disso eu só uso meias divertidas. Tradição sueca! Até o meião de futebol é divertido, tem o brasão da seleção sueca estampado.

Um lugar que eu acho que deve ser legal se chama Uppsala, eu li que é um lugar antigo com muita importância na história e muita coisa para conhecer. Eu gostaria de pegar o trem para Uppsala, para Malmö e para Göteborg.

A Suécia tem a banda Roxette. Eu não consigo parar de ouvir. Eles só têm música boa. Eu canto bem certinho Spending My Time e se eu puder um dia eu vou no show lá na Suécia. Eles também cantam em espanhol, eles são muito bons.

O futebol da Suécia é outra coisa boa, é massa, é muito bom, eu gosto e torço muito, os jogadores são muito ótimos e eu já tenho meus times favoritos que são Idrottsklubben Sirius de Uppsala, Malmö e GAIS Göteborg. Eu canto os hinos dos times e eu quero aprender sueco para cantar melhor. Eu treino mais o hino do Idrottsklubben Sirius. Para quem não sabe Idrottsklubben significa esporte clube, ou seja, o nome do time é: Esporte Clube Sirius.

Os jogadores que eu mais gosto são Victor Lindelöf, Ola Toivonen, Emil Krafth, Johan Larsson, Mikael Lustig e Sebastian Larsson, mas o meu favorito de todos é o Lindelöf, o Lindelöf é o cara!!!!!

Um dia eu quero ir para a Suécia e aí eu vou tirar fotos dos estádios de futebol e comprar blusas dos times. Eu nunca encontro as blusas dos times da Suécia por aqui nem dos times da Noruega, mas a Noruega é a próxima reportagem.

Crédito da imagem: Revista FullTime