É preciso amar as pessoas, como se não houvesse amanhã. Porque se você parar pra pensar; Na verdade não há.

(Legião urbana -Pais e filhos.) 1

Esse trecho nos alerta que a vida acontece hoje e principalmente quando se trata de amor, devemos viver o presente e amar intensamente sem esperar pelo dia seguinte.
É uma bela letra e traz uma mensagem muito importante. Mas será que sabemos amar as pessoas como se não houvesse amanhã? Se ainda não aprendemos, é chegada a hora de aprender. É preciso compreender a necessidade de demonstrar o amor que vive em cada um de nós e fazer com que as pessoas que amamos o sintam. 
Por que deixar para amanhã se o sentimento está vivo hoje? E se o amanhã não chegar? Abaixo é possível ver alguns pontos que ajudarão a amar sem esperar pelo amanhã.

Esta é a mensagem que vocês ouviram desde o princípio: que nos amemos uns aos outros. 1 João 3:11.

Falar de amor é falar de perdão. E quando se pensa no “amanhã” é urgente entender que é preciso não apenas amar, mas também perdoar hoje. Quantas ofensas podem ser resolvidas através de um gesto de amor, que é o perdão! Quantas amizades e relações podem ser retomadas se as pessoas decidirem não deixar para amanhã. Se houver uma verdadeira consciência de que o amanhã é apenas uma possibilidade, talvez muitas pessoas se apressem e resolvam seus mal-entendidos hoje. Essa é uma forma de amar sem esperar o dia seguinte.
Muitas vezes as pessoas precisam perder para valorizar. 
Não permita que isso seja uma realidade na sua vida. Amanhã pode ser mais uma oportunidade de amar ou uma vivência de perda. Não temos como saber o que acontecerá. Apenas temos como saber o que fazer no momento atual, portanto, faça agora. 
Olhe para sua família e agradeça por ela. Isso é amar. Olhe para o mundo ao redor e agradeça por ser parte dele. Isso também é uma forma de amar. Construa laços de amizade e propague a paz. Eis mais uma face do amor. Faça a sua parte e não lamente amanhã pelo que não foi feito hoje.

Uma semana abençoada a todos

Bibliografia

Bíblia. (2005). Bíblia Thompson. Frank Charles Thompson, Edição Contemporânea, João Ferreira De Almeida (p. 1750). São Paulo: Editora Vida.

1.Legião Urbana. Álbum As Quatros Estações. 1989.