A primeira corrida da temporada 2019 de Fórmula 1, começou com grandes estréias: pilotos em novas equipes, a nova escuderia Alfa Romeo e estreantes na modalidade. O grid de largada foi liderado por Lewis Hamilton, seguido de Bottas e Vettel, no circuito de Melbourne.

Após a largada, em sua estréia na Renault, Daniel Ricciardo invadiu a lateral direita da pista e perdeu a asa frontal de seu carro. Pareceu se distrair enquanto tentava uma ultrapassagem em Pérez (Rancing Point).

Na volta 11/58, Carlos Sainz (agora na Mclaren) abandonou por conta de superaquecimento no motor.

A temporada não começou muito bem pra Romain Grosjean. O piloto da equipe Haas ficou preso no pit durante 15 segundos, por conta de problemas ao fixar a roda dianteira esquerda, e perdeu várias posições. Na temporada passada, a equipe sofreu pelo mesmo problema.

Em mais da metade da prova (31/58), houve uma disputa acirrada pela P3 entre Verstappen (RBR) e Vettel, mas quem tomou posse do terceiro lugar e manteve foi Verstappen, que ultrapassou o alemão por fora.

Na mesma volta, Ricciardo deixou a corrida por conta de problemas mecânicos derivados da asa perdida após a largada. Em seguida, Romain Grosjean fez o mesmo, por conta da roda dianteira esquerda solta.

Em 37/58, o piloto que retornou à equipe Toro Rosso, Danii Kvyat, saiu da pista após sua roda dianteira direita travar. Mesmo com dificuldades, Kvyat conseguiu retornar ao traçado.

Bottas manteve a liderança durante todo o tempo após ultrapassar Hamilton logo na largada, e chegou a bater a volta mais rápida na final (58/58). Assim, Valtteri Bottas vence o GP que abriu a temporada, seguido de Lewis Hamilton, que terminou na pole position e Max Verstappen.

A próxima etapa será o GP do Bahrein, dia 31 de março.

Comments are closed.