No ano de 2020, a Associação Fluminense de Jornalistas, que completará 80 anos de existência. Para comemorar esta data importante, realizou a solenidade de posse de sua nova Diretoria na segunda-feira, dia 25 de março, às 10 horas. Ela aconteceu no Plenário da Câmara Municipal de Niterói, na Av. Ernani do Amaral Peixoto nº 625, no centro do Município,  onde fica a sede da entidade.

A diretoria, que vai comandar a entidade até 2022, é encabeçada por Isaac Gomes de Macedo (Presidente), Marta Serrate (Vice-Presidente) e Lúcia Machado (Presidente do Conselho Fiscal).


O novo presidente empossado da AFJ, Isaac Gomes de Macedo (foto: divulgação)

​A Associação Fluminense de Jornalistas atua junto aos associados nas áreas de assistência profissional, cultural, social e jurídica, destacando-se como a que mais agrega profissionais de jornalismo no Estado do Rio de Janeiro. A entidade é reconhecida como Instituição de Utilidade Pública no âmbito Municipal, Estadual e Federal. A nova Diretoria elaborou projetos com vistas à expansão das ações da entidade abrangendo todas as regiões do Estado.

Na ocasião, a nova diretoria da AFJ entregou a Marco Figueiredo uma “Moção de Agradecimento”, em função da aprovação da Lei Estadual 3.224/2014, que concedeu o título de Utilidade Pública para a Associação Fluminense de Jornalistas. O projeto é fruto de um trabalho de articulação feito na Assembleia Legislativa e que contou com o apoio fundamental à época do Chefe de Gabinete do deputado, o cabofriense Emanoel Fernandes.

Fonte: Plantão dos Lagos