É uma verdadeira falacia da esquerda dizer que os EUA estão de olho no petróleo venezuelano, e que China e Russia estão defendendo a soberania da Venezuela, enquanto que na verdade ocorre o contrario, esses países é quem estão levando pra casa de forma barata ou quase de graça o petróleo da Venezuela, com acordos que só prejudicam a nação e fortalece ainda mais o ditador Nicolás Maduro, vejamos abaixo os dados oficiais: Os Estados Unidos ultrapassaram a Rússia na produção de petróleo bruto pela primeira vez em duas décadas, em junho e em agosto de 2018, de acordo com dados recentes do governo americano. Os EUA já superaram a Arábia Saudita na produção de petróleo em fevereiro de 2018, um fato inédito em mais de 20 anos, de acordo com estimativas da Administração de Informações sobre Energia dos EUA. A agência espera que a produção de petróleo bruto dos EUA continue a superar a produção da Rússia e da Arábia Saudita até 2019.
O aumento da produção de energia nos EUA é bom para os países em todo o mundo que buscam um suprimento confiável de petróleo e gás advindo de mercados livres, e isso é um benefício para a economia e a segurança nacional dos EUA. Entre os aliados que recebem exportações de petróleo bruto dos EUA estão: Canadá, Índia, Coreia do Sul e Itália. Em 2018, a agência estimou que a produção média de petróleo bruto para o ano atingiria 10,7 milhões de barris por dia, mostrandoO imenso crescimento se deve, em grande parte, ao que é conhecido como a “Revolução Americana do Xisto”. As empresas americanas estão usando tecnologias inovadoras para alcançar recursos anteriormente irrecuperáveis.O presidente Trump celebrou em 2017 o início de uma “nova era em produção e energia americanas” quando anunciou novos esforços para revogar as restrições à produção de energia nos EUA.Apesar da alta demanda por petróleo no mercado interno, esperava-se que os EUA exportariam mais de um milhão de barris de petróleo por dia em 2018, informou a Casa Branca. Isso é quase o dobro da taxa registrada em 2017.Além do petróleo bruto, a produção dos EUA de todos os produtos petrolíferos líquidos está em ascensão. A Agência Internacional de Energia estima que, até 2023, os Estados Unidos serão os maiores produtores mundiais de petróleo e gás, produzindo mais de 17 milhões de barris por dia.A produção anual de petróleo da China diminuiu em 2017, descendo para 4.799.000 bpd de 4.863.000 bpd em 2016. A China é o segundo maior consumidor mundial de petróleo e deixou de ser o segundo maior importador líquido de petróleo para o maior em 2014.A Venezuela tem forte presença na mídia russa e até no Parlamento do país.Para a Rússia, a Venezuela representa um interesse geopolítico “muito importante” para “neutralizar os interesses” dos Estados Unidos em áreas tradicionalmente consideradas de influência russa, o presidente Vladimir Putin apoia fortemente Maduro. Também há interesses econômicos muito importantes. A Rússia investiu cerca de US$ 10 bilhões na Venezuela. Alguns analistas acreditam que o número pode ser ainda superior, de cerca de US$ 17 bilhões.Fonte: https://clickpetroleo.com.br/conheca-os-maiores-produtores-de-petroleo-do-mundo/
           https://www.opetroleo.com.br/os-10-principais-paises-produtores-de-petroleo/
           https://www.dinheirovivo.pt/economia/galeria/sabe-quem-sao-os-maiores-produtores-de-petroleo-do-mundo/
           https://www.bbc.com/portuguese/internacional-47312442