Democracia é quando prevalece a vontade da maioria, e a maioria é a favor do armamento. Votaram a favor da queda do Decreto, os senadores que andam armado ou que tem segurança armado 24h por dia.


O Decreto que flexibiliza a Posse e o Porte de Armas foi derrubado ontem no Senado.
O Brasil perdeu, pois dos 60 mil homicídios que ocorrem todos os anos no Brasil, 80% das vítimas estavam desarmadas, dos 20%, a maioria foram confrontos entre policiais e bandidos, destes, 20% dos assassinatos foram de policiais.
A maior taxa de assassinatos no Brasil ocorrem por latrocínios, onde os dois maiores casos são roubo de moto e de saidinha de banco.
Não vai ter jeito, precisaremos desmistificar muitas coisas antes da Revogação do Estatuto do Desarmamento, mas uma coisa é certa, esta pauta precisa ser inserida como uma das prioridades nas manifestações que ocorrerão no dia 30 de junho.
O povo elegeu Bolsonaro para ter seu direito de defesa garantido.
Senado não representa a vontade do povo.

Comments are closed.