O grid de largada foi liderado por Lewis Hamilton, seguido de Valtteri Bottas e Charles Leclerc.

A corrida foi no belíssimo circuito francês de Paul Ricard, com os entornos da pista com as cores da bandeira do país, ao invés de ser o clássico gramado comum na maioria dos circuitos. Essa etapa foi fria, em comparação às anteriores.

Após a largada, Max Verstappen e Charles Leclerc mostraram total profissionalismo ao se manterem bem próximos um do outro durantes as primeiras curvas, sem nenhum tipo de toque, com manobras cirúrgicas e perfeitas.

Sérgio Perez foi penalizado em 5 segundos ao passar por fora da pista e tentar pegar um atalho para ganhar posições.

Na volta 5/53, ao tentar ultrapassar o parceiro de equipe por fora, George Russel saiu do traçado e levou embora a placa de 150m da lateral esquerda da pista.

Romain Grosjean, ao ser ultrapassado durante a volta 28 por Daniel Ricciardo, passou por fora da pista, como se quisesse recuperar a P12, mas não obteve sucesso. Mais à frente, Grosjean abandonou por conta de problemas mecânicos em seu carro.

Na última volta, houve uma batalha anormal entre Kimi Raikkonen, Daniel Ricciardo e Lando Norris. Ricciardo saiu do trajeto ao ser ultrapassado por Norris; Lando contornou por fora para manter a posição e Raikkonen ultrapassou ambos os pilotos e segurou a posição conquistada de forma profissional.

Lewis Hamilton vence o GP da França, seguido de Valtteri Bottas e Charles Leclerc. Hamilton fez mais uma pole nessa corrida, a volta mais rápida e um dos pit-stops mais rápidos da prova, com apenas 2.2 segundos.

A próxima etapa será o GP da Áustria, dia 30 de junho.

Print Friendly, PDF & Email

Facebook Comments

Comments are closed.