Nós que somos pais nunca rejeitamos as demonstrações de carinho e principalmente as maneiras que nossos filhos têm para se aproximar e para se relacionar conosco.

Sendo assim, quando nossos filhos nos surpreendem com um papel que traz algo desenhado, um rabisco feito por eles, que aos seus olhos é a imagem de seus pais, mesmo que este desenho não esteja parecido com o que somos, mesmo que esteja longe das nossas características físicas, como pais amorosos, olhamos para o desenho e afirmamos com um sorriso no rosto que ficou lindo e muito parecido, ” igualzinho”!

Assim o Eterno vê cada um de nós, cada filho desenha Deus na maneira que o enxerga, alguns com tempo procuram o aprimoramento, outros já nascem com esse dom, e há outros que talvez por falta de treino ou até mesmo ausência de talento, nunca vão sair do rabisco.

Então se Deus como pai perfeito que é, recebe esse “desenho” de seus filhos, quem somos nós para rejeitar a maneira que nosso irmão tem para se relacionar e principalmente a maneira como ele enxerga e descreve a Deus?

Se eu preciso destruir a fé alheia para garantir a veracidade da minha fé, então minha fé é egocêntrica, e passa longe da fé em Jesus.

Que possamos olhar nossos irmãos com o olhar de nosso Deus.

Arte de Marcos Santos Facebook: Speed Art Online

https://www.facebook.com/pg/Speed-Art-Online-203926843063653/about/?tab=page_info&edited=long_desc


Whatsapp: (21) 998454425
Contato marcos31silva@yahoo.com.br
goo.gl/SljLjZ