Skolefrukt é uma oferta para todas as escolas primárias norueguesas com o intuito de incluir no cotidiano das crianças  frutas e legumes.

As crianças criam a partir dessa iniciativa o hábito de comer frutas como maçã, pêra, laranja, banana, kiwi, nectarina ou clementina, dependendo da época, e legumes como cenoura. Os alunos recebem uma fruta fresca ou vegetal todos os dias.

Fornecedores comprometem-se a enviar diferentes frutas / legumes durante uma semana, ou durante um semestre uma oferta maior com ameixas, frutas vermelhas, uvas, vegetais cortados, tomates; entre outros. 

Pesquisas demonstram que muitos estudantes na escola estão consumindo poucas frutas e poucos legumes. As autoridades de saúde recomendam 5 por dia (5 om dagen) e a Escola da Fruta é uma contribuição importante para alcançar este objetivo. A Escola da Fruta é uma estratégia que pretende cumprir as recomendações do governo relacionadas a alimentos e refeições na escola.

De acordo com as diretrizes acadêmicas nacionais para alimentos e refeições na escola , os estudantes devem receber programas que garantam o acesso diário a vegetais (legumes), frutas e frutas silvestres.

A Lei de Saúde Pública concede aos municípios, prefeituras e autoridades estaduais a responsabilidade de promover a saúde pública. A Lei de Saúde Pública deve contribuir para um desenvolvimento social que promova a saúde pública, incluindo a equalização das desigualdades sociais em saúde.

Os municípios podem oferecer frutas / legumes gratuitos para seus alunos do ensino fundamental, cobertos pelo orçamento municipal. Por meio de um esquema municipal pago, será possível solicitar frutas / legumes pelo mesmo preço e subsídio estatal aos pais. É possível ajustar reservas fixas e fazer alterações temporárias durante o semestre.

Assista ao vídeo da Skolefrukt na Fjordtun Skole em 2018:

Fonte: Skolefrukt com imagem de Flatangernytt