O Governo norueguês lançou o programa strategien Skaperglede (alegria), engasjement (engajamento) og utforskertrang (exploração), parte do Conteúdo Prático e Estético (praktiske og estetiske fag og arbeidsformer) na Educação Infantil, na Escola e na Formação de Professores. O trabalho criativo e inventivo, tanto nas disciplinas práticas e estéticas, quanto como na forma de trabalho em todas as disciplinas, ajuda a dar aos alunos habilidades criativas e inovadoras.

Facilitaremos o aprendizado mais prático nas disciplinas de música, artes e ofícios, educação física e alimentação e saúde. Queremos estimular a aprendizagem criativa (…) A estratégia é importante porque destaca os temas e as oportunidades das disciplinas e valor intrínseco. Ele também enfatiza a importância dos processos de aprendizagem estética e métodos de trabalho prático em todas as disciplinas.


Jan Tore Sanner, Ministro da Educação, Conhecimento e Integração

As matérias práticas estéticas ocupam um lugar importante na escola, pois as artes possuem um valor intrínseco e os alunos devem experimentar e participar de atividades artísticas e culturais. Através de assuntos práticos e estéticos, os alunos aprendem diferentes maneiras de se expressar e refletir sobre a sociedade em que vivem (…) Além da importância dos assuntos práticos e estéticos em si, os métodos podem ser usados ​​como ferramentas educacionais para professores – em todas as disciplinas. Queremos que os professores tenham mais liberdade de método, mas também precisam ter a oportunidade de adquirir conhecimento sobre métodos diferentes. O uso educacional de teatro, dança, música, artes visuais ou atividade física no ensino pode torná-lo mais variado, personalizado e envolvente.


Trine Skei Grande,  Ministra da Cultura e Igualdade de Gênero 

Além disso, há um forte trabalho para tornar a atividade física uma escolha natural para todos ao longo de suas vidas. O Relatório de Saúde Pública – Boa Vida em uma Sociedade Segura apresenta as metas e estratégias do governo para um novo plano de ação para a atividade física.

Queremos incentivar o aumento da atividade física na escola. Muitas crianças e jovens se movimentam muito pouco, enquanto a atividade física é boa tanto para a saúde quanto para a aprendizagem. Os novos currículos abrem o caminho para que mais atividades físicas se tornem uma parte natural da vida escolar sem comprometer a liberdade de método dos professores. 


Jan Tore Sanner, Ministro da Educação, Conhecimento e Integração 

Uma melhor colaboração entre a escola cultural e a escola é outro tema de relevância. Nem todos os municípios exploram a possibilidade de cooperação entre a escola cultural e a escola. Um exemplo é a possibilidade de posições compartilhadas. 85 % dos que ensinam na escola cultural são empregados a tempo parcial. Pode haver várias razões para isso, mas há razões para acreditar que a competência dos professores de escolas culturais nos assuntos práticos e estéticos pode ser melhor utilizada.

Os programas de formação de professores já enfatizam o fornecimento de competência educacional relevante para a escola cultural. Isso contribui para o fato de que professores com formação completa podem ser colocados em posições compartilhadas entre escolas primárias e culturais. A competência na escola cultural também será um tema no relatório sobre a cultura das crianças e jovens, que deverá ser lançado no outono de 2020.

Desde o ano letivo de 2017/18, 30 milhões de coroas norueguesas são alocados anualmente em fundos destinados à educação continuada na prática e na estética, o que proporciona cerca de 300 vagas de educação continuada por ano. 

Saiba mais em: Regjeringen – Comunicado de imprensa. 18.08.2019, e Seilet.org – Lars Opstad