“A mudança climática é um dos maiores desafios que enfrentamos e prejudica o progresso em áreas como redução da pobreza, educação e saúde”, diz a Primeira-Ministra Erna Solberg.

O Fundo Verde para o Clima é central para o mundo alcançar os objetivos do Acordo de Paris de que as temperaturas globais não subam mais de dois graus. De acordo com o Painel Climático da ONU, as mudanças climáticas estão levando a condições climáticas mais extremas, lutas por recursos naturais, pessoas sendo levadas a fugir, problemas de saúde aumentados, crescimento econômico reduzido e diferenças crescentes. São os grupos mais vulneráveis ​​e os países mais frágeis ​​os mais atingidos.

O Fundo Verde apresentou bons resultados. O Fundo está dando uma contribuição importante para o mundo alcançar os objetivos do Acordo de Paris e proporcionar aos países mais vulneráveis ​​maior resistência às mudanças climáticas. Portanto, dobraremos nosso apoio ao fundo a partir do próximo ano.

Primeira-Ministra Erna Solberg.

Na Cúpula do Clima da ONU essa semana (22), a Primeira-Ministra anunciou que o governo dobrará sua contribuição para o Fundo Verde para o Clima de 400 milhões de coroas norueguesas para 800 milhões de coroas norueguesas por ano a partir de 2020.

O Fundo Verde para o Clima foi criado pela Convenção das Nações Unidas sobre Mudança Climática em 2010. De 2015 a 2018, a Noruega contribuiu com NOK 1,68 bilhão para o Fundo. Até agora, o fundo aprovou 111 projetos em 99 países, no valor total de mais de cinco bilhões de dólares.

Além de apoiar o Fundo Verde para o Clima, o governo apóia várias outras medidas climáticas. O governo prioriza medidas para limitar e reduzir as emissões de gases de efeito estufa e aumentará o apoio à adaptação às mudanças climáticas nos países em desenvolvimento. Isso se refere à redução de emissões das florestas, aumento da produção e acesso a energia renovável, eliminação gradual de subsídios fósseis, investimento em segurança alimentar e nutricional, serviços climáticos e meteorológicos, pesquisa agrícola, prevenção de desastres naturais e conservação da diversidade natural.

Fonte: Regjeringen

Imagem: Reuters / NTB scanpix