Atualizado

Madureira (RJ)

Nunca jogou a primeira ou segunda divisão, mas já figurou entre a série C e D, sendo vice da quarta divisão de 2010. Não participa de nenhuma divisão desde 2018.

Comercial (MS)

O clube foi o primeiro time a representar o Mato Grosso no Campeonato Brasileiro da primeira divisão (1973) e o último a representar pelo Mato Grosso do Sul(1986) . Jogou a quarta divisão de 2017, e desde então está sem divisão nacional.

Rio Branco (ES)

Jogou sua última série A em 1987. Em 1989 a última série B. Vai para o quinto ano sem divisão nacional. 37x campeão capixaba.

Mixto (MT)

Jogou 8 edições da série A última vez em 1985. Sua última série D foi em 2013. É disparado o maior campeão do Mato Grosso: 24x.

Juventus (SP)

Foi campeão da Taça de Prata em 1983 e disputou a primeira divisão no mesmo ano, em 2007 jogou a série C de 2007 e desde então está sem divisão.

Operário (MS)

Semifinalista do campeonato brasileiro de 1977, jogou 10 vezes a primeira divisão. Ficou só em quinto lugar no campeonato estadual. Maior campeão do Mato Grosso do Sul com 11 títulos.

Portuguesa (SP)

Terceiro ano consecutivo sem divisão nacional. Até 2013 jogou o campeonato brasileiro da primeira divisão. Vice campeão brasileiro de 1996, bi campeã do Rio-SP e por 7x conquistou o paulistão.

Sergipe (SE)

Não jogará a série D, pois apenas alcançou o sexto lugar do campeonato estadual. Em 2001 jogou sua última série B. Disparado o maior campeão estadual do Sergipe com 35 títulos.

São Raimundo (AM)

Disputou a série C em 5 oportunidades, e em 2006 jogou a segunda divisão pela ultima vez. Conquistou 3 títulos da Copa Norte.

Villa Nova (MG)

Terceiro ano seguido sem disputar uma divisão nacional. Por 5x foi campeão mineiro. Além do Cruzeiro e Atlético/MG, é o único a jogar todos os campeonatos mineiros do século XXI.

Fonte: Fazendo Número

Print Friendly, PDF & Email

Facebook Comments

Comments are closed.