O governador-geral do Canadá é o representante oficial do monarca canadense, que está em união pessoal com o monarca do Reino Unido, presentemente a rainha Elizabeth II. No Canadá, o governador-geral representa o rei ou a rainha, que reside predominante no Reino Unido

Após a  partida do príncipe Harry e Meghan Markle da família real, que alguns chamam de Megxit , a maioria dos canadenses diz que apoiaria o duque de Sussex tomando o lugar de Julie Payette como próximo governadoro geral.

Mais de 60% dos canadenses disseram que apóiam a nomeação do príncipe Harry para governador geral, em uma pesquisa Postmedia realizada por Dart e Maru / Blue Voice Canada.

“Há entusiasmo pelo príncipe Harry e Meghan Markle porque, de muitas maneiras, são celebridades”, disse John Wright, sócio da Dart. Ele descreveu o forte envolvimento do casal no Canadá, desde o príncipe que abriu os Jogos Invictus de Toronto em 2017 até os anos em que Meghan, duquesa de Sussex, viveu no Canadá, filmando a série dramática Suits.

O príncipe Harry, neto da rainha Elizabeth, disse na quarta-feira que ele e sua esposa Meghan planejam se afastar de seus papéis como membros seniores da família real britânica e passar mais tempo na América do Norte.

Harry, sexto na fila do trono britânico, e Meghan , uma ex-atriz americana, disseram que esperavam se tornar financeiramente independentes e criar uma instituição de caridade, enquanto continuavam alguns deveres reais.

“Agora, planejamos equilibrar nosso tempo entre o Reino Unido e a América do Norte, continuando a honrar nosso dever para com a Rainha, a Commonwealth e nossos patrocínios”, disseram o casal em um comunicado no Instagram.

O príncipe Harry, duque de Sussex, e Meghan, duquesa de Sussex, posam com seu filho recém-nascido Archie Harrison Mountbatten-Windsor no St George’s Hall no castelo de Windsor em 8 de maio de 2019. Dominic Lipinski – WPA Pool / Getty Images

O Palácio de Buckingham divulgou um comunicado dizendo que as discussões com Harry e Meghan sobre seu futuro papel estavam em um estágio inicial.

“Entendemos o desejo deles de adotar uma abordagem diferente, mas essas são questões complicadas que levarão tempo para serem resolvidas”, disse o palácio. “As discussões com o duque e a duquesa de Sussex estão em um estágio inicial.”

O casal se casou em maio de 2018 em uma cerimônia luxuosa no Castelo de Windsor, oeste de Londres, e no ano passado Meghan deu à luz seu primeiro filho, Archie Harrison Mountbatten-Windsor, que não recebeu um título real.

Dividir o tempo entre a Grã-Bretanha e a América do Norte “nos permitirá apreciar nosso filho com a tradição real em que ele nasceu, além de proporcionar à nossa família o espaço para se concentrar no próximo capítulo”, disseram Harry e Meghan .

Harry, 35, e Meghan , 38, lutam para lidar com a intensa atenção de partes da mídia britânica e internacional, e o casal recentemente tirou uma folga de seis semanas de suas funções oficiais.

Em 2016, antes de se casarem, Harry emitiu um comunicado criticando a mídia por se intrometer na vida privada de Meghan , dizendo que a imprensa a havia submetido a “uma onda de abuso e assédio”.

Em outubro passado, Meghan iniciou um processo judicial contra o jornal Mail on Sunday por causa da publicação de uma carta particular.

Harry descreveu o tratamento de sua esposa como “bullying”, comparando com o fato de sua mãe, a princesa Diana, ter sofrido antes de sua morte em um acidente de carro em Paris, em 1997, quando sua limusine caiu, enquanto acelerava longe de perseguir paparazzi.

Ver essa foto no Instagram

“After many months of reflection and internal discussions, we have chosen to make a transition this year in starting to carve out a progressive new role within this institution. We intend to step back as ‘senior’ members of the Royal Family and work to become financially independent, while continuing to fully support Her Majesty The Queen. It is with your encouragement, particularly over the last few years, that we feel prepared to make this adjustment. We now plan to balance our time between the United Kingdom and North America, continuing to honour our duty to The Queen, the Commonwealth, and our patronages. This geographic balance will enable us to raise our son with an appreciation for the royal tradition into which he was born, while also providing our family with the space to focus on the next chapter, including the launch of our new charitable entity. We look forward to sharing the full details of this exciting next step in due course, as we continue to collaborate with Her Majesty The Queen, The Prince of Wales, The Duke of Cambridge and all relevant parties. Until then, please accept our deepest thanks for your continued support.” – The Duke and Duchess of Sussex For more information, please visit sussexroyal.com (link in bio) Image © PA

Uma publicação compartilhada por The Duke and Duchess of Sussex (@sussexroyal) em

Print Friendly, PDF & Email

Facebook Comments

Comments are closed.