Alexia Castilhos também lutou pelo bronze, mas terminou em quinto lugar após ippon de Renata Zanchova, da República Tcheca

O segundo dia do Grand Prix de Tel Aviv reservou mais uma medalha para o judô brasileiro. Eduardo Yudy Santos (81kg) conquistou a medalha de bronze, segunda do país na competição, e faturou 350 pontos no ranking internacional da FIJ, essenciais para a corrida olímpica. Em outra disputa do bronze, Alexia Castilhos foi superada pela tcheca Renata Zachova e ficou em quinto lugar.

Yudy venceu suas três primeiras lutas por ippon. Bateu, em sequência, Aristos Michael (CYP), na primeira rodada; Adrian Gandia (PUR), na segunda rodada; e Anri Egutidze (POR), desclassificado por um movimento proibido que colocaria a integridade física de Yudy em risco.

Nas quartas, o brasileiro encarou o cabeça-de-chave Aslan Lappinagov (RUS). Yudy começou bem na luta, arriscando golpes, mas acabou sendo surpreendido num contra-ataque do russo, que marcou o ippon e mandou o brasileiro para a repescagem.

Contra Sungho Lee (KOR), Yudy soube aproveitar as oportunidades e venceu por ippon com pouco mais de um minuto de luta, garantindo vaga na disputa do bronze contra Dominic Ressel (GER).

Na decisão da medalha, o brasileiro impôs seu jogo agressivo diante do alemão e venceu com ippon plástico em 40 segundos, conquistando o bronze do Grand Prix de Tel Aviv.

“Os treinamentos me ajudaram muito para chegar bem e focado na competição. Normalmente eu fico no fuso horário e acabo me desconcentrando. Mas, este longo tempo na Europa me ajudou a chegar bem e fazer meu jogo”, disse o meio-médio que participou da pré-temporada da seleção nos treinos de Mittersill (Áustria) e Roma (Itália) durante três semanas. “Estava com a auto-estima baixa, mas graças a Deus consegui esta medalha para o Brasil. Me sinto mais confiante e na próxima vez irei em busca do ouro”, projeta. 

Assim como Yudy, Alexia Castilhos (63kg) venceu todas as suas lutas preliminares por ippon: na estreia, bateu Sandrine Billiet (CPV); nas oitavas de final, superou Inbal Shemesh (ISR); e nas quartas de final, finalizou Ju Hee Han (KOR) com dois waza-ari em apenas 30 segundos.

Na semifinal, sofreu um waza-ari no início do combate com a canadense Catherine Beauchemin-Pinard e precisou se arriscar para buscar a virada. Em tentativa de ataque nos últimos segundos, levou o contra-golpe e mais um waza-ari foi adicionado no placar para Pinard, que avançou à final. Alexia, então, foi para a disputa do bronze com a tcheca Renata Zachova.

A brasileira abriu um waza-ari de vantagem, porém, acabou surpreendida pela adversária, que conseguiu o ippon e ficou com a medalha. 

Outros resultados do segundo dia

Seis brasileiros, além de Alexia e Yudy, estiveram no tatami de Tel Aviv nesta sexta-feira, mas pararam na primeira fase da competição. Maria Portela (70kg) estreou na segunda rodada contra Alina Lengweiler (SUI) e venceu por waza-ari. Nas oitavas, duelo equilibrado contra Seongyeon Kim (KOR), que acabou superando a brasileira com um waza-ari no golden score.

Eduardo Katsuhiro (73kg) venceu as duas primeiras lutas nas penalidades (shidos), sobre Anthony Zingg (GER) e Alonso Wong (PER), respectivamente. Nas oitavas, foi derrotado por ippon no golden score para Nils Stump (SUI). João Macedo (81kg) também ficou nas oitavas de final. Após vencer por ippon Kalonji Mbuyi (COD) e Jovan Niskanovic (SRB), o brasileiro acabou sendo superado por ippon no golden score para Dominic Ressel (GER).

Ketleyn Quadros (63kg) estreou na segunda fase, diante da polonesa Agata Ozdoba-Blach. Em um duelo equilibrado, a luta foi definida no golden score com ippon para a polonesa. Ellen Santana (70kg) encarou Hilde Jager (NED) e acabou sendo superada por ippon no golden score. David Lima (73kg) começou com vitória na primeira rodada sobre Artem Khomula (UKR) por ippon e foi superado por Salvador Cases Roca (ESP), também por ippon.

Último dia com cinco brasileiros no tatami

O Grand Prix de Tel Aviv termina neste sábado, 25, com cinco brasileiros em ação. As preliminares serão disputadas às 5h*, enquanto as lutas finais acontecem às 12h*.

Confira os judocas do terceiro dia:

Samanta Soares (78kg) x Aleksandra Babintseva (RUS)

Rafael Macedo (90kg) x Francisco Balanta (COL) ou Theodoros Tselidis (GRE)

Giovani Ferreira (90kg) x Matteo Marconcini (ITA) ou Itay Golan (ISR)

Leonardo Gonçalves (100kg) x Lewis Medina (DOM) ou Saidzhalol Saidov (TJK)

Rafael Buzacarini (100kg) x Jevgenijs Borodavko (LAT)

Foto: Gabriela Sabau/IJF

Fonte: CBJ

Print Friendly, PDF & Email

Facebook Comments