Sada Cruzeiro atropela Sesi-SP e é pentacampeão da Copa Brasil

Sada Cruzeiro atropela Sesi-SP e é pentacampeão da Copa Brasil

É pentacampeão! O Sada Cruzeiro soltou o grito depois de uma grande exibição em Jaraguá do Sul-SC neste sábado, 25/01. Na final da Copa Brasil, o plantel cinco estrelas aplicou um 3 sets a 0 pra cima do Sesi-SP para chegar ao seu quinto título da competição. As parciais do confronto decisivo foram 25/23, 25/22 e 25/12. Este foi o terceiro troféu consecutivo da Raposa no torneio nacional, depois das conquistas em 2018 e 2019. E com os triunfos de 2014 e 2016, o time cruzeirense se isola como o maior campeão do torneio.Diante da Arena Jaraguá lotada, Sada Cruzeiro e Sesi, que duelaram pela terceira vez numa final de Copa Brasil, escreveram mais uma página de uma das maiores rivalidades do voleibol nacional. Com a conquista deste sábado, o clube mineiro chegou a 11 troféus nacionais (seis de Superliga e cinco da Copa Brasil), contra um dos paulistas (da Superliga).Em Santa Catarina, prevaleceu o volume de jogo e ritmo intenso aplicados pelo plantel azul. Sacando pesado, os cruzeirenses ditaram o andamento do confronto, contaram com a distribuição precisa de Fernando Cachopa e tiveram um bom aproveitamento no ataque. Ainda brilhou a parte tática, com mudanças cirúrgicas e eficientes de Marcelo Mendez, que guiou o resultado nos momentos decisivos.“Trabalhamos para jogar cada dia melhor e trabalhamos para sermos campeão também. Nem sempre é possível, mas este é sempre o nosso objetivo. Fico feliz pelo jogo que fizemos na semifinal e por tudo que mostramos hoje nesta decisão. Nos dois primeiros sets conseguimos fechar e atuar melhor nas bolas decisivas, acho que foram duas ações de bloqueio importantes. Já no terceiro set fizemos muita diferença no ataque e no saque também. Mostramos um bom voleibol e temos que seguir trabalhando assim na Superliga”, analisou o comandante da Raposa.Na finalíssima, o oposto Luan foi novamente titular, assim como na semifinal, depois de Evandro sentir um incômodo nas costas. E ele fez mais uma boa partida, terminando como maior pontuador da equipe celeste ao lado de Isac, com 13 pontos cada. Alan, do Sesi-SP, foi o artilheiro do jogo, com 18.“A nossa equipe está de parabéns pelo que fez hoje. A gente sabia das dificuldades que enfrentaríamos, eles têm um time forte e também estão de parabéns. Mas nós trabalhamos para isso, para nos superar nos momentos decisivos. E é assim, com um passo de cada vez, que se consegue construir uma equipe vencedora. Estamos preparados para o que ainda virá nesta temporada e vamos comemorar muito a conquista de hoje”, comentou o oposto Luan.Desde 2010, a equipe do Sada Cruzeiro conquistou 36 troféus e chegou a 43 finais dos 49 campeonatos disputados.Sada Cruzeiro: Fernando Cachopa, Luan, Facundo Conte, Perrin, Isac, Otávio e o líbero Lukinha. Entraram: Rodriguinho Leme, Evandro e Filipe. Técnico – Marcelo Mendez.Sesi-SP: William, Alan, Lucas Lóh, Fábio, Éder, Barreto e o líbero Murilo. Entraram: Matheus, Victor, Daniel, Darlan e o líbero Douglas Pureza. Técnico – Rubinho.

Foto:Divulgação/CBV

Fonte: Site Sada Cruzeiro

Print Friendly, PDF & Email