News

Mapa rastreia o vírus Wuhan em tempo real, contágio se alastra e número de mortos sobre para 107

O centro médico dos EUA atualiza regularmente um painel on-line para monitorar a expansão global da epidemia

O Centro Johns Hopkins de Ciência e Engenharia de Sistemas (CSSE) construiu e atualiza regularmente um painel on – line para rastrear a disseminação mundial do surto de coronavírus iniciado na cidade chinesa de Wuhan, informou a Revista Johns Hopkins.

Lauren Gardner, professora de engenharia civil e co-diretora da CSSE, liderou o esforço para lançar o site de mapeamento na quarta-feira. O site exibe estatísticas sobre mortes e casos confirmados de coronavírus, ou 2019-nCoV, em um mapa mundial. Também permite que os visitantes baixem os dados gratuitamente.

“Criamos esse painel porque achamos importante que o público entenda a situação do surto à medida que ela se desenvolve com fontes de dados transparentes”, afirmou Gardner. “Para a comunidade de pesquisa, esses dados se tornarão mais valiosos à medida que continuarmos a coletá-los ao longo do tempo.”

Disponibilizar os dados para download é “crítico” para os pesquisadores, acrescentou.

As estatísticas por trás da visualização de dados estão sendo coletadas da Organização Mundial da Saúde, dos Centros de Controle e Prevenção de Doenças, da Comissão Nacional de Saúde da República Popular da China e do Dingxiangyuan, um site de rede social para profissionais de saúde que fornece informações em tempo real em casos.

Gardner disse que “dados de casos em nível local” de Dingxiangyuan, relatórios da mídia e CDC local “podem fornecer avaliações mais oportunas do surto, em comparação com as organizações de relatórios em nível nacional, que demoram mais para filtrar”.

Meios de comunicação como Newsweek, PBS News Hour e ABC News citaram o painel em seus relatórios sobre o surto.

O site de Casos Globais de Coronavírus Wuhan da CSSE registrou 18 mortes relacionadas e 653 casos confirmados – 444 na província chinesa de Hubei, da qual Wuhan é a capital.

O site fornece um link para uma Planilha do Google para download que contém informações sobre casos confirmados e suspeitos em mais de 30 locais chineses, bem como para os países do Japão, Tailândia, Coréia do Sul, Vietnã, Cingapura, Colômbia, Brasil, Austrália, México, e os Estados Unidos. Um caso foi confirmado no estado de Washington.

O site da CSSE ainda não prevê onde o vírus semelhante à gripe provavelmente se espalhará.

No ano passado, Gardner e uma equipe de pesquisadores identificaram 25 municípios dos EUA com maior probabilidade de sofrer surtos de sarampo em 2019. A análise preditiva, publicada na revista The Lancet Infectious Diseases, foi baseada no volume de viagens aéreas internacionais, isenções não médicas de vacinas infantis, dados populacionais e informações relatadas sobre surtos de sarampo.

Vídeo: Relator alerta que China perdeu o controle do coronavírus

Print Friendly, PDF & Email

Paulo Fernando De Barros

Colunista e editor para a Noruega em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais, sócio-políticas e econômicas da região.
Botão Voltar ao topo