News

San Martino Lorenzato de Ivrea questiona presença de Lula no Vaticano

Compartilhar

Deputado de San Martino Lorenzato de Ivrea: recebi notícias que abalam a política e confundem os fiéis da maior nação católica do mundo, o Brasil!

O vice-presidente da Comissão de Relações Exteriores da Câmara dos Deputados do Brasil Luiz Philippe de Orleans e Bragança (príncipe imperial e descendente direto dos imperadores do Brasil Dom Pedro I, Dom Pedro II e também descendente de São Luís (Luís IX da França) fez uma pergunta difícil ao Núncio Apostólico “Embaixador” do Vaticano no Brasil, pedindo confirmação da veracidade das notícias amplamente divulgadas na imprensa e pelos apoiadores políticos do PT, de que o Santo Padre receberá o ex-Presidente Lula e que ele até teria apresentado um pedido ao tribunal federal para alterar a data de seu testemunho na audiência para fazer a viagem a Roma, mais precisamente à Cidade do Vaticano, a sede da Igreja Católica no mundo!

Bem, espero que esta notícia seja uma “notícia falsa”, a confirmação de uma audiência do Santo Padre com o político e ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva agora condenado em liberdade, mas não absolvido, porque ele já cumpriu 1/6. da sentença e ainda responde por outros julgamentos criminais!

Essa suposta jornada não só interfere no processo de justiça federal brasileiro, mas também cria grande confusão e indignação não apenas para os católicos, mas para toda a população do Brasil, que não entende por que o papa como líder católico e como chefe do Estado de São Paulo. Vaticano, você receberia uma figura muito exausta e ainda envolvida em vários casos; com condenações criminais da justiça federal de outro estado soberano chamado República Federativa do Brasil, da qual mantém excelentes relações bilaterais?

Como católico apostólico romano, sei que o Papa é SOBERANO, uma vez que o VATICANO ainda é uma monarquia absoluta e o Papa pode receber quem quiser, sem dar nenhuma explicação!

No entanto, no traje do vigário de Cristo, você pode e deve perdoar os pecados de todos os criminosos enquanto houver arrependimento, mas não vejo a necessidade de fazê-lo pessoalmente, porque poderia se transformar em um ótimo show de negócios da mídia que causaria grandes danos. e dividiremos nossa Igreja em um mundo político baixo e já dividido!

Recentemente, o Santo Padre Francisco, que é um homem sábio, até pediu publicamente perdão a um fiel asiático, que deu um tapa em sua mão, o Santo Padre recebeu os fiéis discretamente, em particular e não revelou ou publicou fotos ou vídeos da mídia do Vaticano !!

Nesta linha de pensamento, não quero acreditar que o Santo Padre cometeria esse grave erro ao confirmar a audiência, recebendo e divulgando uma possível reunião com o ex-presidente Lula, pois seria visto como um gesto político de esquerda ideológico e uma afronta às instituições. Brasileiros e até poderia criar um sério problema diplomático!
Pior ainda, daria a sensação de que o crime compensa!
Todos sabemos que todos podem ser perdoados por Deus!

A Câmara dos Deputados brasileira por meio do deputado Luiz Philippe de Orleans e Bragança pediu esclarecimentos ao governo internacional sobre uma possível reunião no Vaticano entre Lula e o Papa Francisco. Lula é réu condenado, cumpriu um sexto de sua sentença e existem outros processos em curso.

Oficio-n001-2020_Nuncio-Apostolico-visita-ao-Papa

Fonte: Lega Salvini Premier

Print Friendly, PDF & Email

Compartilhar

Paulo Fernando De Barros

Colunista e editor para a Noruega em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais, sócio-políticas e econômicas da região.
Botão Voltar ao topo