Esportes

Isadora Williams obtém classificação para o quinto Mundial de Patinação Artística da carreira

Compartilhar

Patinadora brasileira atinge o índice necessário durante campeonato realizado na Alemanha

A brasileira Isadora Williams garantiu, nesta sexta-feira, 7, vaga para mais um Mundial de Patinação Artística, o quinto de sua carreira. A classificação foi alcançada ao somar 53,60 pontos nos elementos técnicos e totalizar 102,56 pontos no programa livre apresentado no Bavarian Open, em Oberstdorf (Alemanha). A atleta terminou na quinta colocação geral.Isadora, que completa 24 anos neste sábado, possui uma série de feitos históricos na patinação artística representando o Brasil. Primeira patinadora artística a ganhar uma medalha pelo país em uma competição internacional, com o bronze no Golden Spin of Zagreb 2012, ela se tornou a primeira atleta da América do Sul a chegar à final da patinação artística nos Jogos Olímpicos de Inverno, em PyeongChang 2018. O próximo Mundial, que será realizado de 16 a 22 de março, em Montreal (Canadá), será o quarto consecutivo na carreira. Em 2019, terminou em 24º lugar – a melhor colocação alcançada até hoje no campeonato.

Gerente de esportes da Confederação Brasileira de Desportos no Gelo (CBDG), Gabriel Karnas comemorou o resultado. “A quarta classificação consecutiva dela para o Mundial reforça o projeto na caminhada para os Jogos Olímpicos de Inverno Pequim 2022. Além disso, alcançando resultados como este, a Isadora, que já é uma referência na patinação artística do Brasil e da América do Sul, inspira ainda mais os praticantes da modalidade. Temos agora a principal pista em termos de dimensões fixas do Brasil, disponível o ano inteiro, em São Paulo, e, com isso, a possibilidade de descoberta de novos praticantes”, comentou.

Foto: Christian Dawes/COB

Fonte: CBDG

Print Friendly, PDF & Email

Compartilhar

Wesley Lima

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais, sócio-políticas e econômicas da região.
Botão Voltar ao topo