Andressa/Vitória vence a primeira etapa do Circuito, realizada na cidade de Coquimbo

As duplas brasileiras largaram bem no Circuito Sul-americano de vôlei de praia 2020, conquistando medalhas de ouro, prata e bronze neste domingo, 9, na etapa de Coquimbo (Chile). Andressa e Vitoria (PB/RJ) subiram ao lugar mais alto do pódio logo no segundo torneio que disputam juntas. No masculino, Ricardo/Vitor Felipe (BA/PB) ficou com a medalha de prata, e Pedro Solberg/Guto (RJ) com o bronze.A próxima etapa do Circuito Sul-Americano de vôlei de praia, que conta com cinco paradas nesta temporada, acontece de 13 a 15 de março, em Lima (Peru). Com o resultado deste domingo, o Brasil larga na liderança do ranking feminino, com 200 pontos, e aparece em segundo lugar no ranking masculino, com 180 pontos, 20 a menos que o Chile.Andressa e Vitoria demonstraram que o entrosamento chegou rápido para a parceria formada no início de janeiro. Após uma estreia com quinto lugar no Circuito Brasileiro Open, elas superaram neste domingo as argentinas Ana Gallay e Peralta por 2 sets a 1 (21/16, 16/21, 13/15), garantindo a medalha de ouro. Antes, na semifinal, haviam vencido as também argentinas Zonta e Churin por 2 sets a 0 (21/17, 21/13).“Foi um jogo bastante difícil, as meninas argentinas jogaram muito bem. A Gallay é uma atleta muito experiente. Acho que a chave foi Vitoria e eu jogarmos muito juntas, conversando e tentando uma ajudar a outra. Acreditamos durante toda a partida, conseguimos sair das dificuldades por estarmos unidas. Essa cumplicidade ajuda a segurar a pressão dentro de quadra”, disse Andressa, que completou: “o trabalho psicológico que realizamos também ajuda muito, elas chegaram a empatar por 13 a 13 no tie-break, mas mantivemos a força mental. Fomos agressivas e não baixamos a cabeça quando estivemos atrás no placar.”No naipe masculino, os times brasileiros abriram o dia se enfrentando na semifinal. Em uma partida espetacular, Ricardo/Vitor Felipe (BA/PB) levou a melhor sobre Pedro Solberg/Guto por 2 sets a 1 (21/19, 19/21, 15/10) e foi para a decisão. Apesar de grande atuação, a parceria verde e amarela acabou superada pelos chilenos Marco e Esteban Grimalt, apoiados pela torcida local, na disputa do ouro: 2 sets a 1 (21/14, 19/21, 6/15).Na disputa de bronze, Pedro Solberg e Guto superaram os argentinos Azaad e Capogrosso por 2 sets a 0 (21/17, 21/17) garantindo um lugar no pódio e aumentando a diferença do Brasil para o terceiro colocado no ranking geral. No naipe feminino, o bronze ficou com as argentinas Zonta e Churin, que superaram as chilenas Rivas/Chris por 2 sets a 1.Os pontos obtidos em cada etapa vão para o país, de acordo com a classificação final somente da melhor dupla de cada nação. Ao final, os pontos são somados e o país na liderança do ranking é declarado campeão geral.

BRASIL NO CIRCUITO SUL-AMERICANO 2020

1ª Etapa – Coquimbo (Chile) – 07 a 09.02

Andressa/Vitoria (PB/RJ) – ouro

Ricardo/Vitor Felipe (BA/PB) – prata

Pedro Solberg/Guto (RJ) – bronze

2ª Etapa – Lima (Peru) – 13 a 15.03

3ª Etapa – San Juan de Los Morros (Venezuela) – 20 a 22.03

4ª Etapa – Santa Marta (Colômbia) – 03 a 05.04

Etapa Finals – Linares (Chile) – 9 a 11.04

Foto: Divulgação/CBV

Fonte: CBV

Print Friendly, PDF & Email

Facebook Comments

Comments are closed.