Bragantino/PA 1 x 2 Ceará

A etapa inicial no Diogão, em Bragança (PA), foi de poucas chances claras de gol. O Vozão, por sua vez, chegou mais ao ataque e, no fim do período, abriu o placar. O lance foi assim: aos 46 minutos, bola alçada na área do Braga, a bola sobrou para Luiz Otávio que, sem pestanejar, chutou forte para o fundo das redes.O Vozão pressionou bastante no segundo tempo, obrigando o goleiro Axel operar verdadeiros milagres. Mas quando o segundo gol do Ceará parecia maduro, foi o Tubarão quem balançou as redes e incendiou os minutos finais da partida. Na marca dos 43, em contra-ataque acelerado, Fernando Prass vacilou e Canga apareceu apenas para escorar para o fundo do gol: 1 a 1. Acontece que, seis minutos depois, o Ceará tratou de jogar um balde de água fria nos donos da casa: aos 49, Bergson recebeu passe na boa e tocou na saída de Axel. 2 a 1 e fim de papo. O Vozão encara na próxima fase o Oeste-SP, que eliminou o Bangu

Bangu 1 x 1 Oeste/SP 

Em Moça Bonita, no Rio de Janeiro, as melhores oportunidades no primeiro tempo foram do Oeste-SP, mas o Bangu soube ser oportunista e desceu em vantagem para o intervalo. Logo aos 11 minutos, Rodrigo Yuri cobrou falta na área, Rodrigo Lobão subiu sozinho e cabeceou firme, no canto direito, sem chances para o goleiro Felipe Lacerda.Precisando ao menos empatar para avançar à próxima fase, o Rubrão partiu para cima e igualou logo aos seis minutos da etapa final, quando Alyson acertou belo cabeceio, sem chances para o goleiro Matheus Inácio. O time de Moça Bonita teve que sair para o jogo. Aos 28, acertou uma bola na trave com o atacante Rhainer. O Oeste-SP, por outro lado, tentava explorar os contragolpes. 

Frei Paulistano/SE 1 x 2 Remo

Jogando em casa, no Titão, em Frei Paulo (SE), a equipe da casa pulou na frente aos 20 minutos da primeira etapa, com Luan deixando o dele. Buscando o empate, o Remo partiu para cima e conseguiu igualar o placar aos 34, em cabeceio preciso de Fredson. Na volta do intervalo, o Leão foi atrás da virada para ficar ainda mais tranquilo na partida. Na marca dos 25, Gustavo Ermel chutou cruzado e fez 2 a 1 para o Remo. Ao decorrer do confronto, o Remo conseguiu ter o controle da partida e confirmou a classificação para a segunda fase. 

Caucaia/CE 1 x 2 São José/RS

Já em Caucaia (CE), no Raimundão, o São José-RS precisou suar a camisa para avançar de fase. Isso porque os donos da casa pularam na frente e por pouco não conseguiram a classificação. O primeiro gol foi aos nove minutos da segunda etapa, com Jacaré. Mas o Zequinha não se abalou, e foi atrás da virada. O empate saiu aos 30 minutos, com Alexandre. Mais tarde, aos 43, Crystopher balançou as redes e garantiu o vira-vira dos gaúchos na partida.Agora, na segunda fase, o São José-RS encara o vencedor de Boavista e Chapecoense, que se enfrentam na próxima quarta-feira (19), em Bacaxá (RJ).

Brusque/SC 2 x 1 Sport 

Primeiro tempo com um gol pra cada lado no Augusto Bauer, em Brusque (SC). A equipe da casa foi quem pulou na frente. Na marca dos 23 minutos, Edu subiu mais alto que a defesa do Leão e mandou de cabeça cruzamento que veio pela esquerda. Mas o Rubro-Negro não se abalou. Um pouco depois, aos 35, Raul cobrou falta no travessão, Leandro Barcia pegou o rebote e mandou para o fundo do gol, sem chances para o goleiro Zé Carlos.E o segundo tempo teve oportunidades dos dois lados. Mas acontece que o Brusque foi quem aproveitou melhor as chegadas ao ataque. Aos 36, Aos 36, Ianson aproveitou bem cobrança de escanteio e colocou o Brusque de novo em vantagem. Foi o gol que deu a classificação ao time catarinense à segunda fase da Copa do Brasil. Agora, o Bruscão encara o Remo, que deixou para trás o Frei Paulistano-SE.

Gama-DF 3 x 3 Brasil-RS

 Primeiro tempo agitado e com quatro gols no Bezerrão. Quem abriu vantagem foi o Brasil-RS, logo aos oito minutos: após falta cobrada na área, a bola sobrou para Wesley dominar a abrir o placar para os gaúchos. Mal deu tempo de o Xavante comemorar. Quatro minutos depois, aos 12, o árbitro viu empurrão de Lázaro em Emerson, dentro da área, e assinalou o pênalti. Na cobrança, Nunes deslocou Matheus Nogueira e deixou tudo igual. Mais tarde, aos 29, foi a vez do Brasil-RS ter penalidade a seu favor. Wellington Simão cobrou e colocou o Pelotas de novo à frente no placar. Incansável, o Verdão igualou novamente, dois minutos depois: aos 31, Luquinhas vai lá no alto após cobrança de escanteio e, de cabeça, empata de novo o jogo: 2 a 2.Se a etapa inicial foi animada, o segundo tempo não ficou atrás. Aos 13, Cristian recebeu o segundo amarelo e deixou o Brasil com um jogador a menos. Porém, três minutos depois, Gabriel Poveda apareceu cara a cara com Rodrigo Calaça e bateu entre as pernas do goleiro, colocando o Xavante de novo à frente. Ciente de que só a vitória servia, o Gama tentou ir com tudo pra cima. Aos 40, foi premiado com o gol de empate: Michel Platini, de cabeça, fez o gol que deu números finais ao placar.

Atlético/BA 0 x 0 Botafogo/PB 

No Antônio Carneiro, quem se deu bem e ficou com a vaga foi o Botafogo-PB, que empatou em 0 a 0 com o Atlético-BA. Apesar de terminar sem gols, o duelo foi movimentado em Alagoinhas, com as equipes protagonizando bons lances no jogo.

Galvez/AC 0 x 1 Vila Nova/GO

No primeiro tempo na Arena da Floresta, em Rio Branco, o Galvez-AC teve a posse de bola, mas não conseguiu ser efetivo nas criações. Em tentivas com Radamés, Daniego e Joel, o Imperador pressionou, mas não marcou. O Vila Nova-GO, apostando no contra-ataque, teve chances em bolas paradas, mas também não balançou as redes.Na volta do intervalo, o Tigrão seguiu vendo o time da casa dominar as ações, mas levou a melhor em cobrança de falta aos 11 minutos. Após a batida, a bola passou por todo mundo e Adalberto desviou para classificar a equipe goiana para a próxima fase: 1 a 0. O próximo adversário sairá do duelo entre Novo Hamburgo-RS e Ponte Preta, que jogam nesta quinta-feira (13), no Estádio do Vale.

Altos/PI 1 x 1 Vasco

No Albertão, o Vasco pressionou o Altos-PI no início da partida e quase abriu o placar aos 17 minutos quando Marcos Júnior deixou na medida para Talles Magno, que acabou desperdiçando a chance. A resposta do time da casa veio na sequência. Após cobrança de falta, Marrony subiu para tentar afastar o perigo, mas acabou cabeceando contra o próprio patrimônio. A equipe carioca não se abateu e seguiu buscando o empate, mas viu o goleiro Rodrigo Ramos fazer boas defesas. Até que, já aos 47, Cano recebeu de Talles Magno e finalizou para o fundo da rede: 1 a 1.No segundo tempo, o Vasco dominou as ações, mas viu a equipe da casa pressionar em busca da virada. Aos 16, Netinho cruzou para Klenisson, que quase marcou. Os cariocas foram administrando o resultado e quase ampliaram com a bomba de Yago Pikachu, aos 36, que foi parado em ótima defesa de Rodrigo Ramos. O Altos ainda teve chance nos acréscimos, na cabeçada de Jânio por cima do gol após escanteio. Com o empate, o Vasco saiu de campo classificado e irá enfrentar o ABC-RN na próxima fase.

Águia Negra/MS 2 x 0 Sampaio Corrêa/MA

Jogando em casa, no Estádio Ninho D’Águia, em Rio Brilhante (MS), o Águia Negra fez valer o mando de campo e abriu o placar aos 17 minutos da etapa inicial. Após escanteio, Virgulino subiu mais que a zaga, o goleiro Andrey chegou a espalmar, mas Erick Bahia pegou o rebote para fazer 1 a 0. Depois, o jogo ficou mais aberto, com as duas equipes criando boas chances. O Tricolor Maranhense levou perigo com Paulo Sérgio, que chutou para fora, e com Eloir, parado em boa defesa de Filipe.No segundo tempo, o Sampaio Corrêa ficou com a posse de bola e tomou a iniciativa. No entanto, o time visitante não conseguiu furar a marcação do time da casa, que encontrou espaços no contra-ataque e conseguiu ampliar. Aos 38, Erick Bahia cruzou para Cy, quando Paulo Sérgio tentou o corte e marcou contra: 2 a 0. Classificado, o Águia espera o vencedor do confronto entre Ferroviária-SP e Avaí, que se enfrentam nesta quinta-feira (13), na Fonte Luminosa.

Campinense/PB 0 x 0 Atlético/MG

No Estádio Amigão, em Campina Grande, o Campinense dominou as ações diante do Atlético-MG e criou as melhores chances de abrir o placar. Logo aos dois minutos, a bola sobrou para Romário, que finalizou de primeira para defesa de Michael. Pouco depois, o atacante levou perigo novamente em chute de fora da área, e o goleiro atleticano pegou de novo. A blitz do time da casa seguiu e, aos dez, Állefe finalizou forte de longe e a zaga desviou para fora. Aos 18, Romário assustou de novo ao fazer boa jogada pela esquerda e tentar o cruzamento. Após bate e rebate na área, Michael acabou ficando com a bola. Tentando chegar ao ataque, o Galo não encontrou espaços na defesa da equipe paraibana.O segundo tempo ficou um pouco mais equilibrado. O Atlético criou boas jogadas com Dylan, José Welison, Hyoran e Nathan, mas a mais perigosa foi com Réver, que cabeceou firme para o gol, mas viu Alex Maranhão fazer a defesa. Já o Campinense seguiu dando trabalho, com Fábio Júnior (duas vezes), Gabriel Vieira e Vitão ficando muito perto de marcar. Com a vantagem do empate pelo regulamento, o Galo se segurou fora de casa e garantiu a classificação com o 0 a 0. Na próxima fase, o adversário sairá do jogo entre Afogados-PE e Atlético-AC, nesta quinta-feira (13), no Estádio Vianão

Toledo/PR 0 x 2 Náutico

No Estádio 14 de Dezembro, em Toledo (PR), o Náutico criou as melhores chances diante do time da casa no primeiro tempo. Diego Silva, após escanteio cobrado por Jean Carlos, subiu alto e cabeceou com perigo para fora. Depois, Erick cruzou para Matheus Carvalho, que se esforçou, mas não conseguiu chegar a tempo de finalizar para o fundo da rede. Do lado do Toledo, a única boa oportunidade foi na cobrança de falta de Junior Cezar, que passou por cima do gol de Jefferson.Na volta do intervalo, o Timbu acertou a trave no desvio de Paiva. Mas, logo na sequência, Jean Carlos cobrou pênalti e abriu o placar para o time pernambucano. Depois, aos 23 minutos, Matheus Carvalho aproveitou sobra e fechou o marcador: 2 a 0. Na próxima fase, o Náutico vai enfrentar o Botafogo-RJ.

Manaus/AM 1 x 0 Coritiba

Com apenas sete anos, o Manaus FC conquistou uma classificação histórica e heróica na noite desta quarta-feira, na Arena da Amazônia. A equipe amazonense, que disputará a Série C, jogou de igual para igual com o Coritiba, de Série A, e venceu por 1 a 0, marcado por Rossini no fim do primeiro tempo. O Coritiba ainda desperdiçou um pênalti, no segundo tempo. Sassá parou na defesa do goleiro Jonathan.Com a classificação, Gavião do Norte pegará o Brasil de Pelotas, que eliminou o Gama

Fonte: CBF

Print Friendly, PDF & Email

Facebook Comments

Comments are closed.