Ferroviária/SP 2 x 0 Avaí

A Ferroviária carimbou a vaga para a segunda fase da Copa do Brasil. Na tarde desta quinta-feira (13), a Locomotiva recebeu o Avaí, na Fonte Luminosa, com necessidade de vitória para seguir na competição. Com gols de Henan e Hygor, a equipe de Araraquara (SP) derrotou os catarinenses por 2 a 0. Na próxima etapa da Copa do Brasil, a Ferroviária encara o Águia Negra-MS, que passou pelo Sampaio Correia-MA. O duelo acontecerá mais uma vez na casa do time paulista. A etapa inicial de jogo começou bastante movimentada, e as duas equipes logo criaram boas oportunidades de balançar as redes. Mesmo jogando fora de casa, o Avaí foi o primeiro a chegar com perigo. Logo aos cinco minutos, Jonathan fez bem o pivô dentro da área e serviu Bruno Silva, que apareceu na entrada da área. O volante bateu de primeira e viu a bola carimbar o travessão do goleiro Saulo. A resposta da Ferroviária aconteceu sete minutos mais tarde. Em cruzamento na área, o atacante Hygor subiu mais do que todo mundo e testou com força. No entanto, mais uma vez a trave apareceu e evitou o gol, dessa vez dos donos da casa. A bola ainda bateu em cima da linha, mas a defesa do Leão catarinense afastou para escanteio. Na volta dos vestiários, os mandantes foram para cima e finalmente conseguiram marcar. Após boa jogada coletiva, Claudinho acertou um belo chute para defesa do goleiro do Avaí. No rebote, Henan apareceu para conferir e colocar a Ferroviária na frente: 1 a 0. Seis minutos mais tarde, mais um gol da Locomotiva. Após chutão para frente do goleiro Saulo, a bola sobrou para Hygor, livre, que avançou, invadiu a área e tocou na saída de Lucas Frigeri. Placar ampliado na Fonte Luminosa: 2 a 0 e classificação garantida.

Novo Hamburgo/RS 1 x 2 Ponte Preta

Mesmo atuando fora de casa e levando susto, a Ponte Preta derrotou o Novo Hamburgo-RS pelo placar de 2 a 1 e garantiu a vaga na segunda fase da Copa do Brasil. Logo aos dois minutos do primeiro tempo, a Macaca inaugurou o marcador. Em ótima jogada coletiva, Roger encontrou João Paulo, que bateu e fez: 1 a 0. Na volta dos vestiários, os donos da casa deixaram tudo igual aos sete. Em bola levantada na área, Alison foi mais alto do que todo mundo e testou para o gol. Os gaúchos ainda tiveram a oportunidade de virar o placar, mas Alison desperdiçou cobrança de pênalti aos 20. E como quem não faz, leva, a Ponte sacramentou a classificação aos 33 minutos. Em falha da zaga, Roger aproveitou a bola que sobu dentro da área e deu números finais à partida: 2 a 1 para os visitantes. Na próxima fase, a Ponte Preta terá pela frente o Vila Nova-GO, que eliminou o Galvez-AC. O duelo acontecerá com o mando do time de Campinas (SP).

Afogados/PE 3 x 0 Atlético/AC

Jogando em seus domínios, o Afogados entrou em campo precisando da vitória e partiu para cima. Aos 23 minutos da etapa inicial, o time tirou o zero do marcador. Candinho levantou a bola na área em cobrança de falta, e Diego Ceará apareceu para desviar para o fundo das redes: 1 a 0. Mesmo na frente, o Coruja não diminuiu o ímpeto e ampliou aos 40 minutos de jogo. Novamente passe de Candinho e novamente gol de Diego Ceará. O artilheiro da noite ainda driblou o goleiro antes de fazer o segundo gol do jogo. Na etapa final, os donos da casa não quiseram saber de administrar o resultado. Aos 29 minutos, o Afogados balançou as redes mais uma vez. Douglas Bomba recebeu de Phillip e, da entrada da área, bateu para o gol: 3 a 0.Com a vaga garantida, o Afogados-PE irá enfrentar o Atlético-MG na próxima fase. O mando de campo do duelo será da equipe pernambucana.

São Raimundo/RR 2 x 2 Cruzeiro

Em uma partida equilibrada, o São Raimundo contou com o apoio da torcida e conseguiu inaugurar o marcador aos 25 da etapa inicial. Após cobrança de falta, a bola sobrou para Veracruz, que completou para o fundo das redes e saiu na frente: 1 a 0 para os mandantes. Atrás no placar, o Cruzeiro partiu para cima e conseguiu a igualdade aos 33 minutos. Depois de escanteio cobrado na área, Edu pegou a sobra da defesa e bateu cruzado, com força, para empatar a partida em Roraima.Na volta dos vestiários, a Raposa não deu tempo para os donos da casa respirarem e logo viraram o placar. Aos quatro minutos, o time de Belo Horizonte encaixou ótimo contra-ataque. Maurício bateu cruzado e encontrou Alexandre Jesus livre, que só teve o trabalho de empurrar para o gol: 2 a 1 para os mineiros. A resposta, no entanto, veio 15 minutos mais tarde. Alex descolou bom cruzamento e encontrou Stanley nas costas da defesa. O atacante bateu de primeira, colocou no fundo da rede e manteve o São Raimundo vivo na partida: 2 a 2. O Cruzeiro passou a jogar com um a menos a partir dos 32 minutos, quando Edu recebeu o segundo cartão amarelo e foi para o chuveiro mais cedo. Apesar disso, a Raposa conseguiu segurar a pressão e manteve o empate, garantindo a vaga na segunda fase da Copa do Brasil.

Fonte: CBF

Print Friendly, PDF & Email

Facebook Comments

Comments are closed.