Vinícius Figueira cai para o número um do mundo na final da Premier League, mas entra na zona de classificação direta para os Jogos Olímpicos Tóquio 2020

Vinicius Figueira está mais perto dos Jogos Olímpicos Tóquio 2020. Depois de conquistar a medalha de prata na final da categoria até 67kg da etapa de Dubai da Premier League de Caratê, o brasileiro assumiu a segunda colocação no ranking mundial na categoria. Os quatro primeiros colocados em cada uma das categorias olímpicas garantem a classificação direta para os Jogos. No caso da 67kg, são os dois primeiros da categoria até 60kg (Darkhan Assadilov e Angelo Crescenzo, nesse caso) e da 67kg (Steven Dacosta e Vinicius) que se juntam na disputa olímpica.

Vinicius soma agora 6.622,5 pontos, contra 5.902,5 de Ali Elsawy, o egípcio contra quem briga diretamente pelo segundo posto. Os dois chegaram a Dubai empatados, mas Vinicius avançou até a final e o egípcio caiu na estreia. Faltam agora apenas duas etapas da Premier League antes do fechamento do ranking. A primeira será em Salzburgo, na Áustria, no fim deste mês, e a última em Rabat, no Marrocos, de 13 a 15 de março. Até para não perder o ritmo de treinos, Vinicius e a comissão técnica brasileira seguiram dos Emirados Árabes para a Turquia para seguir em treinamentos até a etapa austríaca do circuito. 

Essa foi a primeira medalha do caratê brasileiro em 2020. Vinicius Figueira venceu três adversários até chegar à final, quando foi derrotado pelo francês Steven Dacosta, número um do mundo, e ficou com a medalha de prata. Com a vitória na decisão por 6 a 0, Dacosta chegou aos 8520 pontos contra 7860 do egípcio Ali Elsawy e 6795 de Vinicius.

Atual vice-campeão mundial na categoria -67kg, o brasileiro passou por Christian Wever, da Guatemala (3 x 1), Samy Ennkhaili, da Espanha (2 x 0), Marvin Garin, da França (2 x 1), e por Supa Ngamphuengphit, da Tailândia (4 x 0), para chegar à decisão. Na categoria, a competição reunia 56 atletas de 38 países.Nos Emirados Árabes, à exceção de Vinicius, todos os outros brasileiros inscritos caíram na estreia. No sábado, Stephani de Lima foi superada pela belga Nele de Vos por 3 x 2 na categoria -61kg e Diego Moraes Silva perdeu por 6 x 4 para Meris Muhovic, de Bósnia e Herzegovina, na categoria -84kg. Antes, na sexta-feira, Douglas Brose foi eliminado pelo belga Michael Dasoul, por 1 x 0, e Rafael Nascimento caiu na primeira rodada para o georgiano David Tkebuchava por 4 x 1. Ambos na categoria -60kg. Valéria Kumizaki, forte candidata à vaga pelo critério continental por ser a melhor qualificada no ranking das Américas na categoria -55kg, também foi derrotada na estreia, diante de Jennifer Warling, de Luxemburgo, por 3 x 2.

Foto: Abelardo Mendes Jr./ rededoesporte.gov.br

Fonte: COB

Print Friendly, PDF & Email