Santa Cruz 1 x 0 ABC

O primeiro tempo de partida no Arruda foi de bastante equilíbrio entre as equipes. Jogando em casa, o Santa Cruz foi o primeiro a levar perigo ao gol adversário. Logo aos cinco minutos, Jeremias arriscou da entrada da área, mas o goleiro Rafael espalmou pela linha de fundo e evitou o primeiro do Tricolor.A melhor oportunidade do ABC aconteceu aos 18, mais precisamente pelos pés do meia João Paulo. O jogador cobrou falta de longe, com força, e obrigou o goleiro Maycon se esticar todo para salvar com a ponta dos dedos.Na etapa final, ambas as equipes deixaram o ritmo do jogo cair. Aos 33 minutos, o lateral-direito Toty recebeu pelo lado, cortou para o meio e bateu com força. No entanto, a bola foi para fora, assustando o goleiro Rafael.
No apagar das luzes, aos 48 minutos do segundo tempo, novamente Toty apareceu para garantir a vitória para os pernambucanos. O lateral pegou a sobra da defesa, cortou para a perna esquerda e bateu rasteiro, vencendo o goleiro do ABC: 1 a 0 e três pontos garantidos.

América-RN 1 x 1 CRB

Na Arena das Dunas, Léo Gamalho tentou para o CRB e Tiago Orobó assustou para o time da casa, mas o placar seguiu zerado até o intervalo. Já no segundo tempo a história foi diferente. Logo aos 11 minutos, Erik abriu o placar para o Galo. Igor fez ótimo cruzamento da esquerda e o atacante ganhou da marcação para mandar para o fundo das redes. A vantagem alagoana durou até os 36 minutos, quando Wallace Pernambucano apareceu para empatar o jogo para o América. Michael colocou a bola dentro da área e o camisa 18 aproveitou a chance: 1 a 1. O resultado colocou o CRB na quarta colocação do Grupo A, com cinco pontos. Já o América segue no quarto lugar do Grupo B também com cinco pontos. 

Ceará 2 x 2 Bahia

Querendo fazer valer o mando de campo para buscar a primeira vitória na competição, o Ceará foi para cima logo no início da partida e precisou de uma única chance para abrir o placar. Aos 16, Vinícius acertou um belo chute de fora da área para colocar o Alvinegro em vantagem na Arena Castelão. Atrás no placar, o Bahia buscou a recuperação, equilibrou o jogo e chegou ao empate na marca dos 38. Gilberto aproveitou erro de marcação, invadiu a área e não desperdiçou: 1 a 1. Na volta do intervalo, foi a vez do Esquadrão tomar a iniciativa. João Pedro e Arthur Caíke tiveram boas chances. Mas foi novamente o camisa 9 tricolor que balançou as redes. Aos 26 minutos, Gilberto recebeu ótimo passe de Clayson e driblou o goleiro para fazer o segundo dos visitantes. Acreditando até o último minuto, o Vozão deixou tudo igual já nos acréscimos da etapa complementar. Felipe Baixola cruzou na medida para Matheus Gonçalves. O meia finalizou em cima da marcação, mas sem desistir do lance pegou a sobra e mandou para o gol dando números finais ao confronto: 2 a 2. 
Com o empate, o Bahia assumiu a terceira posição do Grupo A, com cinco pontos. Já o Ceará tem quatro e caiu para a sétima colocação do Grupo B. 

Náutico 2 x 0 Sport

Jogando em casa, o Náutico começou a partida em ritmo alucinante e precisou de apenas sete minutos para abrir a contagem nos Aflitos. Jean Carlos cobrou falta, a bola desviou no meio do caminho e sobrou para Paiva. O atacante ajeitou de cabeça deixando Ronaldo Alves na boa para marcar: 1 a 0. Na sequência, Rafael Ribeiro quase marcou o segundo do Timbu, enquanto Elton respondeu para o Sport. Depois das conversas do vestiário, o time da casa passou a jogar com um jogador a mais, após expulsão de Marquinhos. Com a vantagem em campo e no placar, o Náutico controlou o jogo e aproveitou para ampliar o marcador. Aos 30 minutos da etapa complementar, Jean Carlos soltou o pé para fazer 2 a 0 e decretar a vitória. Com o triunfo, o Náutico pulou momentaneamente para a vice-liderança do Grupo B, com sete pontos. Enquanto o Sport caiu para o quinto lugar do Grupo A, com cinco pontos. 

Confiança 2 x 0 River-PI

O Confiança dominou as ações do jogo durante boa parte dos 90 minutos. Ítalo, logo aos quatro minutos, criou ótima chance, mas parou em boa defesa de Mondragon. O Dragão seguiu pressionando e voltou a assustar com Danilo Pires. Já aos 37, a rede enfim balançou para os donos da casa. Após cobrança de escanteio, Ítalo pegou a sobra e tocou para Silva, soltar a bomba. O goleiro adversário evitou o gol, mas no rebote Mikael abriu o placar. Na etapa complementar, o Confiança manteve o controle da partida e, já nos acréscimos, Jeferson Lima fechou a conta no Batistão: 2 a 0. A vitória mantém o Confiança na liderança isolada do Grupo B, com dez pontos somados. Já o River é o sexto colocado do Grupo A, com quatro pontos. 

CSA 0 x 1 Botafogo-PB

O CSA dominou o primeiro tempo do duelo no Rei Pelé. Com dois minutos de jogo, Rafinha cobrou falta com veneno e quase inaugurou o marcador. O lateral do Azulão teve outra boa chance, aos nove, e dessa vez parou em defesa de Samuel. A equipe alagoana seguiu insistindo no ataque. Aos 32, Allano recebeu passe dentro da área, limpou a marcação e carimbou a trave. Na sequência, Diego Maurício foi quem assustou para o CSA. Apesar das investidas do time casa, o placar seguiu zerado para o intervalo. Na etapa complementar, o Botafogo equilibrou as ações e levou perigo pelos pés de Rodrigo Andrade, aos 15. A resposta do Azulão veio com Diego Maurício. Na marca dos 30, o Belo voltou a assustar. Cássio Gabriel colocou a bola na área e Luis Gustavo cabeceou bonito para a defesa de Thiago Rodrigues. E quando o duelo parecia se encaminhar para um empate sem gols, Dico apareceu para a equipe paraibana. Nos últimos minutos do jogo, o atacante aproveitou cruzamento de Everton Heleno para garantir o triunfo do Botafogo: 1 a 0. Com o resultado, o Belo pulou momentaneamente para a liderança do Grupo A, com oito pontos somados. Já o CSA tem apenas um ponto e é o lanterna do Grupo B.

Vitória 0 x 0 Frei Paulistano-SE

Vitória e Frei Paulistano protagonizaram um início de jogo de poucas chances e muita marcação no Barradão. Sem conseguir encontrar os espaço no ataque, as equipes optaram pelos chutes de fora da área. O primeiro lance de perigo da partida saiu aos 27 minutos. Fernando Neto arriscou para o Vitória e viu Danilo fazer boa defesa. O time da casa ainda assustou mais duas vezes com Vico e Rodrigo Andrade, mas esbarrou na falta de pontaria. Minutos antes do intervalo, o Frei Paulistano chegou pela primeira vez em uma bomba de Tiquinho, que passou rente à meta rubro-negra. No segundo tempo, os visitantes tiveram ótima oportunidade, logo aos dois minutos, novamente com Tiquinho. Mas foi só. Querendo o triunfo em casa, o Rubro-Negro foi para cima e passou a dominar o jogo. Jonathan Bocão, Léo Ceará e Thiago Carleto quase marcaram, mas Giovani apareceu debaixo das traves para salvar o Frei Paulistano e segurar o empate. Com a igualdade, o Vitória caiu para a terceira posição do Grupo B, com seis pontos. Enquanto o Frei Paulistano é o lanterna do Grupo A, com dois. 

Imperatriz 1 x 2 Fortaleza

Nos primeiros minutos da partida em Imperatriz (MA), o time da casa teve uma postura mais ofensiva, apostando nas jogadas em velocidade pelas laterais. No entanto, o Fortaleza foi quem levou perigo primeiro. Aos 13 minutos, Carlinhos avançou pela esquerda e cruzou com perigo para Wellington Paulista, que viu Wesley chegar e cortar para o escanteio. Dois minutos depois, Marlon avançou pela direita e mandou na área, com novo corte de Wesley. O Cavalo de Aço também criou chances, sendo a melhor aos 28, quando Joelson recebeu pelo meio e finalizou por cima do travessão de Felipe Alves. Na volta do intervalo, a rede balançou logo no primeiro minuto. Carlinhos cruzou pela esquerda para David, que se livrou da marcação e mandou na pequena área para Wellington Paulista. Renan Dutra apareceu para afastar o perigo, mas acabou marcando contra e colocando o Fortaleza na frente: 1 a 0. O ritmo do jogo mudou na etapa complementar, com o Tricolor dominando as ações. Após boas chegadas com Derley, Michel e Tinga, os cearenses ampliaram aos 27. Tinga partiu em contra-ataque e cruzou para David finalizar e estufar as redes de Waldson. O Imperatriz voltou ao ataque e descontou aos 40, com Matheus João, que aproveitou sobra da cobrança de falta de Hudson e marcou: 2 a 1. Os times seguiram ofensivos até o apito final, mas sem novidade no placar.

Fonte: CBF

Print Friendly, PDF & Email

Facebook Comments

Comments are closed.