Esportes

Mesa-tenistas paralímpicos do Brasil decidem não participar do Aberto Costa Brava, em função do surto de coronavírus

Compartilhar

Atletas decidiram por não correr riscos de uma viagem para a Espanha neste momento, seguindo recomendações de especialistas

Os mesa-tenistas brasileiros oficializaram, neste domingo (1), a desistência de participar do Aberto Costa Brava, competição fator 40 (mais alto) do Circuito Mundial Paralímpico de Tênis de Mesa, em Platja D’Aro, na Espanha. Na última sexta-feira, a Confederação Brasileira de Tênis de Mesa (CBTM) reuniu os atletas, deixando a decisão de seguir no torneio a cargo de cada competidor.

Participariam do evento os atletas Aloísio Lima (classe 1 masculino), Bruna Alexandre (classe 10 feminino), Cátia Oliveira (classe 2 feminino), Danielle Rauen (classe 9 feminino), Guilherme Costa (classe 2 masculino), Joyce Oliveira (classe 4 feminino), Lucas Hansen (classe 11 masculino) e Paulo Salmin (classe 7 masculino).

Em contato por e-mail com os organizadores do evento, a CBTM recebeu a informação de que a competição está mantida e que o Covid-19 não atingiu efetivamente a Espanha. Até sexta-feira, foram reportados 33 casos naquele país, sem nenhum registro de morte.

O Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) recomendou a não participação dos atletas. Apesar disso, a CBTM deixou a cargo dos próprios mesa-tenistas a decisão final, disponibilizando toda a estrutura já reservada anteriormente.

Foto: Daniel Zappe/CPB

Fonte: CBTM
Print Friendly, PDF & Email

Wesley Lima

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais, sócio-políticas e econômicas da região.
Botão Voltar ao topo
Translate »