Esportes

Resumo dos jogos de quarta-feira pela 2ª fase da Copa do Brasil

Fluminense 2 x 0 Botafogo/PB

No Maraca, o Tricolor controlou a posse de bola no primeiro tempo, mas não conseguiu transformar o domínio em bola na rede. Querendo fazer valer o mando de campo para avançar na Copa do Brasil, o Fluminense ensaiou uma pressão nos primeiros minutos. Aos três, os cariocas chegaram em boa jogada de Nenê e Egídio. Na sequência, Wellington Silva arriscou o chute. Mas o primeiro grande lance do time da casa saiu aos 15 minutos. Evanílson aproveitou cruzamento de Egídio e cabeceou rente à meta do Belo. Com mais volume de jogo, o Flu assustou com Wellington Silva, que livre dentro da área finalizou por cima do gol. Quatro minutos depois, Gilberto carimbou a trave. O Botafogo teve sua melhor chance na marca dos 28 em ótima finalização de Cássio Gabriel. Minutos antes do intervalo, o Fluminense voltou assustar com Wellington Silva e Digão. 

O time da casa voltou com tudo para a etapa final. A blitz tricolor no ataque começou logo no primeiro minuto em boa troca de passes entre Evanílson e Nenê, que parou na marcação adversária. Aos quatro, Gilberto soltou o pé e viu Samuel evitar o gol. Até que, aos seis, o lateral-direito do Flu fez grande jogada e tocou para trás para a chegada de Marcos Paulo. O atacante bateu rasteiro e a bola ainda beijou a trave antes de estufar as redes do Maracanã: 1 a 0. Buscando o segundo, o Fluminense parou na trave em cruzamento de Marcos Paulo. A resposta do Belo veio com Dico, aos 19. O camisa 11 apareceu pela direita, limpou a marcação e bateu para o gol, quase em cima da linha Digão salvou a equipe carioca. Já aos 26, Nenê de pênalti ampliou o marcador para o Flu. Nos instantes finais, as duas equipes ainda criaram boas chances, mas sem sucesso. E com a vantagem confortável, o Tricolor soube controlar o resultado para carimbar a vaga rumo à terceira fase da Copa do Brasil. 

Santo André 0 x 2 Goiás

Atuando em seus domínios, o Santo André foi quem criou a primeira oportunidade para inaugurar o marcador. Aconteceu logo aos oito minutos de partida, quando Baggio fez ótima jogada individual e arriscou uma finalização de longe. No entanto o goleiro Tadeu foi bem e fez a defesa, impedindo o tento dos donos da casa.

A melhor chance do Goiás na etapa inicial foi aos 20 minutos. Em cobrança de falta de longe, o zagueiro Rafael Vaz usou sua principal característica e mandou uma bomba de perna esquerda. O veterano Fernando Henrique, porém, conseguiu espalmar, afastando o perigo.

Depois das conversas nos vestiários, o time esmeraldino não demorou muito para conseguir vencer a defesa do Santo André. Aos 15 minutos, a bola foi levantada na área em cobrança de escanteio, e Rafael Vaz apareceu para desviar de cabeça e mandar para o fundo das redes: 1 a 0 para o Goiás.

Logo em seguida, a equipe do ABC paulista chegou muito próximo de empatar o jogo. Ronaldo recebeu bom lançamento e finalizou em cima do goleiro Tadeu. No rebote, Baggio bateu com força, mas viu a bola explodir no travessão.

Nos minutos finais, os visitantes ainda conseguiram ampliar, para garantir de vez a classificação. Daniel Bessa invadiu a área e foi derrubado por Marlon: pênalti. Na cobrança, o próprio camisa 10 foi para a bola e não desperdiçou: 2 a 0 e vaga na bagagem de volta para Goiânia.

Brasil/RS 1 x 0 Manaus

O duelo decisivo começou movimentado no Bento Freitas. Rodrigo Fumaça, aos sete, arriscou para o Manaus levando perigo à meta adversária. A resposta do time da casa veio logo na sequência com Gegê. Mas emoções dos primeiros minutos pararam por aí. Até que, aos 27, após cobrança de escanteio, Lázaro ganhou da marcação para colocar o Xavante em vantagem: 1 a 0. O Brasil-RS ainda teve ótima oportunidade para ampliar, mas Wellington Simião cobrou pênalti para fora, aos 40. No lance da penalidade, o volante Derlan, do Gavião, recebeu o cartão vermelho. 

Na volta do intervalo, o Rubro-Negro se aproveitou da vantagem em campo e no placar para controlar o ritmo do jogo durante boa parte do segundo tempo. Eliel e Gegê criaram boas chances para os mandantes. Pelo lado manauense, Mateus assustou, aos 22, mas parou em boa defesa de Matheus Nogueira. Na marca dos 35, Gabriel Poveda, do Brasil-RS, também levou o cartão vermelho. Com a igualdade numérica, o Manaus tentou pressionar, mas o Xavante conseguiu segurar o resultado até o apito final. 

Atlético/GO 1 (4) x (3) 1 Santa Cruz

Atuando em seus domínios, o Atlético-GO foi quem pulou na frente no marcador. Logo aos 13 minutos de partida, o Dragão encaixou um ótimo contra-ataque com Ferrareis. A bola sobrou com o atacante Renato Kayzer, que dominou, girou e bateu com força. Sem chances para o goleiro Maycon.

Atrás no placar, o Santa Cruz foi para cima buscando o empate. O resultado aconteceu aos 38 minutos, em cobrança de escanteio. Depois da bola levantada na área, Patrick Nonato subiu mais alto do que todo mundo e, de cabeça, mandou para o fundo das redes, empatando a partida em Goiânia: 1 a 1.

Com o apoio da torcida, o Atlético-GO partiu para cima nos minutos iniciais do segundo tempo. Aos oito, em cobrança de escanteio, Gilvan disputou a bola com William Alves e quase desempatou a partida, vendo a finalização parar na trave.

Com o empate no tempo normal, a partida foi para a disputa dos pênaltis. Na marca da cal, o goleiro Maurício Kozlinski, do Atlético-GO, brilhou e pegou duas cobranças, dando a vitória por 4 a 3 para o Dragão.

Boa Esporte 1 (4) x (5) 1 Cruzeiro

O Cruzeiro superou o Boa Esporte por 5 a 4 na disputa de pênaltis nesta quarta (4) e garantiu vaga na terceira fase da Copa do Brasil.

No primeiro tempo da partida, a raposa abriu o placar aos 36 minutos com o lateral João Lucas.

Mas, aos 13 da etapa final, Claudeci empata para o Boa Esporte.

Como o empate em 1 a 1 perdurou até o fim do tempo regulamentar, o jogo foi para a disputa de pênaltis, onde o Cruzeiro venceu por 5 a 4.

O próximo adversário do Cruzeiro será o CRB.

Fonte CBF e Agência Brasil
Print Friendly, PDF & Email

Wesley Lima

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais, sócio-políticas e econômicas da região.
Botão Voltar ao topo