Educação

A Importância do Homeschooling em casos de pandêmias, crises, catástrofes e situações de força maior

A Educação não pode parar, seja por qualquer dos fatores citados no título, ou seja, em casos de força maior ou que fogem de nosso controle, porém que fecham escolas, instituições, transporte, comércios, serviços públicos ou privados educacionais.

Não sabemos até quando dura este “toque de recolher” mundial, boa parte causado pela engenharia do medo, pela mídia, por governos e até mesmo por agentes ocultos que possam ter criado este vírus, espalhado propositalmente, para desencadear dezenas de fatos em efeito dominó em prejuízo de nações e pessoas. Portanto, não podemos deixar tudo nas mãos destas situações por vezes criadas e outras fortuitas como um tsunami, um terremoto, que pode arrasar uma civilização inteira, acabar com escolas e estrutura mínima educacional.

Portanto, o Homeschooling mais uma vez comprova sua eficácia, pois já que nos dias atuais, por um vírus espalhado no mundo, as pessoas estão se enclausurando, de igual forma precisam continuar educando suas crianças e jovens, preferencialmente em casa neste exemplo de pandemia.

A situação pandêmica é um dos possíveis exemplos de casos em que se faz necessária a existência do estudo em Homeschooling, seja para evitar perda de um ano letivo inteiro de uma comunidade, cidade ou país, bem como para salvaguardar a saúde das crianças quando ocorrerem ataques biológicos, pandemias por outros vírus, catástrofes naturais, etc.

Se já é um meio alternativo e muito bom em situações normais, eis que demonstra resultados acima da média em dezenas de países, em uma situação de calamidade pública, mais ainda, pois não podemos deixar de educar, ou parar no tempo, o ciclo educacional é um fluxo constante e que deve alcançar seus objetivos e planos em um determinado espaço de tempo.

Imagine se a pandemia dure 2 anos, como faríamos para estudar? E se surgissem um vírus diferente e perigoso a cada 6 meses? Bom, o caminho é o mesmo, começarmos a tratar o Homeschooling como uma realidade e uma excelente forma de continuarmos a educar as crianças e jovens independentemente do que venha a acontecer.

Há de se ressaltar que no mundo de hoje há guerras, catástrofes, que por vezes arrasam cidades inteiras, o que prejudica vários anos escolares de milhares de crianças e, o Homeschooling é uma ferramenta para quebrar esta situação calamitosa vindo a somar a importância da educação na vida das pessoas, claro sempre presando pelo máximo de qualidade e preparo. O país Haiti, que teve severos terremotos, com dezenas de cidades arrasadas, após vários anos, ainda continuam tentando reestruturar escolas e ensino, ou seja, pagarão um preço muito caro de tempo perdido e de gerações que não tiveram educação de qualidade.

Não estamos tratando da questão se realmente este vírus noticiado é perigoso ou se causa tudo isto que se vê na mídia, que apenas está criando mais medo e enclausurando países inteiros sem mesmo sabermos se devíamos parar tudo para não sermos contagiados ou espalharmos um vírus, que para muitos é apenas uma gripe. Nosso objetivo é mais uma vez reforçar que o Homeschooling é funcional, eficaz em todos os tipos de situações, pode ser utilizado em contra turno ou em complemento com o ensino em escolas normais.

No Brasil mesmo estão descobrindo focos de mosquito da dengue em escolas que não possuem os cuidados necessários, de modo que de fato a dengue mata muito mais que este e outros vírus já noticiados, e isto é um fato e não achismo e alarmismo. Sendo assim, novamente demonstramos que por vezes colocamos nossos jovens em perigo (logicamente não são a maioria das escolas desta forma e nem estamos aqui para jogar contra as escolas), mas precisamos alcançar este direito plenamente para também podermos optar para qual a melhor forma de ensino para nossos filhos, pois isto deve ser um direito de cada um, respeitando o acesso de todos ao mínimo de educação, pois o Homeschooling também deve ter um controle ou mesmo uma avaliação periódica para comprovar a eficácia.

De toda a forma fica a reflexão que Hitler, Mussolini, Stalin e outros ditadores que mataram milhões, assim que assumiram o poder, uma das primeiras medidas foi abolir e criminalizar o Homeschooling, pois supostamente ninguém poderia ensinar melhor que o governo e políticos, dominantes do poder. Entendível? Acredito que sim.

Suprir uma liberdade para lavar cérebros é um meio muito fácil de controlar um povo e deseducar uma nação, semelhante ao que vivemos no Brasil. Enfim, esta é a reflexão e devemos garantir este direito, quer o use depois ou não, pois devemos ter liberdade de ensino e acompanhar de perto com o Homeschooling, sua flexibilidade e formas de implementação e aplicação é um meio que devemos ter garantido.

Fonte da imagem: https://www.nytimes.com/2020/03/12/well/family/coronavirus-school-closings-homeschooling-tweens-teens.html
Leia mais em: https://www.homeschool.com/blog/emergency-homeschooling-solutions
Print Friendly, PDF & Email

Leonardo Garbossa

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades sócio-políticas e econômicas da região.
Botão Voltar ao topo