News

Itamaraty articula para auxiliar brasileiros impedidos de voltar ao Brasil

O Ministério das Relações Exteriores (MRE), ciente e atento às diversas limitações à circulação de pessoas entre países estabelecidas nos últimos dias em decorrência da pandemia do Coronavírus (COVID-19), criou o Grupo Especial de Crise para auxiliar os cidadãos brasileiros que estão impedidos de retornar ao Brasil.
 
No momento, os esforços estão concentrados em gestões diplomáticas com autoridades nos diversos países, para abertura excepcional de espaços aéreos, e em entendimentos com companhias aéreas, para a realização de voos destinados a repatriar os brasileiros.  
 
A atuação das embaixadas e consulados do Brasil, que, desde o início da pandemia, mantêm contato direto com os turistas brasileiros, já permitiu mapear as dificuldades enfrentadas por nossos cidadãos para retornar ao Brasil.

Por meio de suas redes sociais, o Itamaraty informou que, na próxima sexta-feira (20), serão realizados voos especiais a Lima, Peru, para repatriar brasileiros retidos em decorrência do surto de coronavírus.

O MRE ainda informou que obteve autorização junto às autoridades francesas de Guadalupe, no Caribe, para desembarque de 139 turistas brasileiros que estavam a bordo do navio de cruzeiro Costa Favolosa, ancorado na ilha. Todos puderam desembarcar e retornaram ao Brasil em navio fretado pela empresa Costa Cruzeiros.
 
De forma a agilizar o atendimento aos que necessitam de apoio, o Itamaraty solicita que as comunicações sejam feitas pelos números de telefones listados abaixo. O Itamaraty permanecerá empenhado em solucionar a presente situação e continuará prestando todo apoio consular a brasileiros impedidos de retornar ao Brasil.
 
Américas: +55 61 98260-0610
 
Europa: +55 61 98260-0787
 
África e Oriente Médio: +55 61 98260-0568
 
Ásia e Oceania:  +55 61 98260-0613

Fonte GOV.BR

Imagem destacada Pixabay

Print Friendly, PDF & Email

Joice Maria Ferreira

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre as atualidades sócio-políticas e econômicas da região.
Botão Voltar ao topo