News

Ministra Damares lança campanha de doações a abrigos de idosos

Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH) lançou, na segunda-feira (23), uma campanha de doação de alimentos e materiais de prevenção, como álcool em gel, máscaras e sabão, a abrigos de idosos.

O objetivo é permitir que as Instituições de Longa Permanência de Idosos (ILPI) possam superar as dificuldades de abastecimento durante a pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

A ministra Damares Alves reforça a atenção e a preocupação que se deve tomar com as pessoas idosas. “As pessoas com mais de 60 anos compõem o principal grupo de risco, por isso, precisamos cercar, ainda mais, os nossos idosos de cuidados. A contaminação pode ser fatal, mas a doação desses materiais ajuda a salvar vidas”, ressaltou.

A campanha é iniciativa da Secretaria Nacional de Promoção e Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa (SNDPI), preocupada com a população mais vulnerável nessa pandemia, os idosos.

O titular da SNDPI, Antonio Costa, reforçou as recomendações do Ministério da Saúde sobre o funcionamento das ILPIs no período da quarentena, mas lembra que as instituições sobrevivem das doações.

“Neste período as pessoas estarão mais reclusas em suas casas, porém as doações não podem parar, principalmente neste momento de crise”, reforçou o secretário.

Como ajudar

O MMFDH recomenda a doação de alimentos, kit de prevenção (álcool em gel, máscaras, sabonetes), que são itens indispensáveis nas residências de idosos do nosso país. Cada instituição fica responsável por administrar as doações conforme a necessidade.

Para localizar um lar de idosos mais próximo de sua residência, pode buscar informação na prefeitura, Conselho Municipal da Pessoa Idosa, ou nos CRAS de sua cidade.

Cada doador pode levar suas doações diretamente, mas lembramos que as visitas e toques não são permitidos, conforme recomendações do Ministério da Saúde.

Para sanar outras dúvidas, envie para os e-mails:  cndi@mdh.gov.br ou gab.sndpi@mdh.gov.br.

Vacina contra a gripe

Começou na segunda-feira (23), a Campanha Nacional de Vacinação contra a gripe. Idosos e profissionais da saúde têm prioridade para se vacinar. Para se informar sobre as datas para cada público da Campanha, ligue 136 ou entre em contato com a Secretaria de Saúde do seu município.

Apesar de não apresentar eficácia contra o coronavírus, o Ministério da Saúde recomenda a vacina contra a gripe como forma de reduzir a demanda de pacientes com sintomas respiratórios em unidades de saúde, além de acelerar o diagnóstico para o Covid-19. De acordo com a Pasta, a vacina contra a influenza garante a proteção de três tipos de vírus: H1N1, H3N2 e Influenza B.

Fonte GOV.BR
Imagem destacada Pixabay
Print Friendly, PDF & Email

Joice Maria Ferreira

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre as atualidades sócio-políticas e econômicas da região.
Botão Voltar ao topo