Opinião

Tempos, no mínimo, contraditórios

Cada dia mais eu vejo como a internet e as redes sociais são um manancial de inteligência e sagacidade criadas por anônimos ou até por conhecidas pessoas. Em tempo de Quarentena, navegar pelas redes sociais ainda não contamina com Covid 19, mas, dá para garimpar textos preciosos e fantasticamente a cara do povo brasileiro e do nosso presidente, que não tem papas na lingua.

Segue então, mais uma pérola encontrada pelas esquinas da internet, este de Autor Desconhecido (sempre tenho o cuidado de dar o devido crédito ao autor de um texto que republico aqui no Press), pois, o texto estava lá estanpado para quem quisesse ler (ou reproduzir como faço agora) mas, sem o nome do autor. Seja ele ou ela ou elx quem for, obrigado, pois, está ótimo.

Tenho dito

“Vivemos numa sociedade que simplesmente não está mais habituada a ouvir a verdade de forma simples e direta. Quando no passado ouvíamos os educadíssimos discursos de FHC, engoliámos passivamente todas as mentiras e meias verdades, da mesma forma o fizemos em relação ao condenado em terceira instância não nos importando com o tom chulo e grosseiro dos mesmos.

Pois bem, com 48 horas de antecedência, o tão criticado Capitão de Artilharia que nos governa, ocupa uma rede nacional, algo que faz raramente, e diz, resumidamente, que é preciso proteger os mais vulneráveis, diagnosticar e tratar dos enfermos e retomar a vida normal.

Governadores, Prefeitos, mídia , em muitos casos financiada por países estrangeiros que pouco ou nada sofrem com o problema atual (algúem é capaz de explicar o porquê da Rússia estar em absoluta normalidade?), se arvoram em pedir por meios legais e ilegais o afastamento do indigitado Capitão.

Pois bem. Ontem, em reunião do G18, é G18 mesmo, pois, China e Rússia são os únicos a quem interessa que tudo isso aí perdure, tendo, inclusive, apoiado um Técnico em Saúde Etíope para presidir a OMS. Detalhe: Esse sujeito, que não é Médico, dirige uma entidade voltada para promoção de saúde a nível mundial depois de ter levado à ruína a saúde de seu próprio país, escondendo, a pretexto de preservar o regime comunista, seis epidemias de cólera que devastaram a Etiópia.

É esse sujeito que dita que todo mundo fique em casa esperando que o vírus chinês desapareça. E o pior, é que grande parte do mundo abaixou a cabeça e engoliu, decidiu adotar EXATAMENTE a mesma proposta do pseudo inépto Presidente da nossa combalida Républica.

E agora? Situação incômoda não é mesmo?

Será que o Bolsonarismo, tal qual o vírus chinês está se espalhando a nível global? Vão continuar os panelaços produzidos pela Globo ampliados por caixas de som? Agora o alvo é o G18, que adotou a mesma estratégia.

Os Governadores e Prefeitos, tão empenhados em salvar a população, custe o que custar, agora, começando pelo Governador da Bahia, pedem ajuda ao inépto, pois, começou a faltar dinheiro. E podem se preparar, pois, vão atacar sem dó nem piedade, a tão amada CLT, inspirada na Carta del Lavouro (não sei se é assim que se escreve) do Liberal Democrata Benito Mussolini, que prevê que a indenizacão a ser paga ao trabalhador, quando o emprego é perdido por acões do Estado, seja Federal, Estadual ou Municipal é do governo que gerou tal situação.

Querem apostar que agora vão pedir recursos ao inépto? Pois, dinheiro para consertar a destruição que promoveram não tem.

É para referir.”

Autor Desconhecido
Print Friendly, PDF & Email

Luiz Gustavo Chrispino

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades sócio-políticas e econômicas da região.
Botão Voltar ao topo