News

Governo Bolsonaro protege Regiões Úmidas no Brasil

Compartilhar

Comemorada no dia 2 de fevereiro, a data foi criada com objetivo de destacar importância desses ecossistemas para a conservação da biodiversidade e alertar para a necessidade de preservá-los.

Na década de 90, o Dia Mundial das Áreas Úmidas (World Wetlands Day) foi instituído pelo Comitê Permanente da Convenção Ramsar, em homenagem ao dia da adoção da Convenção pelos países partes: 2 de fevereiro de 1971, na cidade iraniana de Ramsar.

A finalidade do Dia Mundial das Áreas Úmidas até hoje é estimular a realização de tratados por governos, instituições, organizações da sociedade civil e grupos de cidadãos, de ações e atividades que chamem a atenção da sociedade para a importância dessas áreas, para a necessidade de sua proteção e para os benefícios que o cumprimento dos objetivos da Convenção pode proporcionar.

O Tratado estabeleceu marcos para ações nacionais e para a cooperação entre países com o objetivo de promover a conservação e o uso racional de áreas úmidas no mundo. Essas ações estão fundamentadas no reconhecimento, pelos países signatários, da importância ecológica e do valor social, cultural, científico e recreativo de tais áreas.

A ideia continua a destacar os benefícios que essas áreas proporcionam para as espécies de fauna e flora e para o bem-estar de populações humanas, principalmente para alertar a importância de sua manutenção.

Nada menos que 40% das espécies vegetais e animais do mundo vivem ou se reproduzem em áreas úmidas, assim como 1 bilhão de pessoas tiram o sustento a partir do uso das riquezas naturais desses lugares. No Brasil, país rico em recursos hídricos, são muitos os ecossistemas com essas características.

Ecologia das Áreas Alagadas e sua importância à Biosfera Terrestre.

O tema deste ano é “Áreas úmidas e biodiversidade” e tem muita relação ao Brasil, o país mais megadiverso do mundo, detentor de 20% do total de espécies existentes na Terra. Com subdivisões, por exemplo, O Pantanal Matogrossense, entre Mato Grosso e Mato Grosso do Sul; as grandes várzeas presentes em toda Amazônia; e os banhados do Taim, no Rio Grande do Sul, são considerados áreas úmidas.

O Brasil abriga a maior biodiversidade do planeta. Esta abundante variedade de vida eleva o Brasil ao posto de principal nação entre os 17 países com maior biodiversidade ou megadiversos. Além disso, muitas espécies só ocorrem no Brasil.

O território brasileiro tem proporções continentais: seus 8,5 milhões km² ocupam quase a metade da América do Sul e abarcam vários biomas: a Floresta Amazônica, maior floresta tropical úmida do mundo; o Pantanal, maior planície inundável; o Cerrado de savanas e bosques; a Caatinga de florestas semi-áridas; os campos dos Pampas; e a floresta tropical pluvial da Mata Atlântica.

Além disso, o Brasil possui um sistema costeiro e marinho, que inclui ecossistemas como recifes de corais, dunas, lagunas, marismas, manguezais, lagoas, estuários e pântanos.

Áreas Úmidas são ecossistemas na interface entre ambientes terrestres e aquáticos, continentais ou costeiros, naturais ou artificiais, permanente ou periodicamente inundados ou com solos encharcados.

As águas podem ser doces, salobras ou salgadas, com comunidades de plantas e animais adaptados à sua dinâmica hídrica. Elas existem em todo o planeta e têm uma importância muito grande para a conservação da biodiversidade e para a qualidade de vida das pessoas.

Todas essas regiões alagadas fornecem serviços ecológicos fundamentais, como água e alimentação, para as espécies de fauna e flora e para o bem-estar de populações humanas, rurais e urbanas. Além de regular o regime hídrico de vastas regiões, funcionam como fonte de biodiversidade em todos os níveis.

Também elas cumprem papel vital no processo de adaptação e mitigação das mudanças climáticas, já que muitos desses ambientes são grandes reservatórios de carbono. O colapso dos serviços prestados por essas zonas pode resultar em desastres ambientais com elevados custos em termos econômicos e, mais importantes, humanos.

Print Friendly, PDF & Email

Compartilhar

Duna Press Jornal

Duna Press é um jornal digital dedicado a apresentar as principais notícias da Noruega, do Brasil e do mundo, com matérias interessantes sobre política, economia, negócios, educação, tecnologia, arte, esporte, entretenimento, classificados, saúde, alimentação e muito mais! Duna Press is a digital newspaper dedicated to presenting the main news from Norway, Brazil and the world, with interesting articles on politics, economics, business, education, technology, art, sport, entertainment, classifieds, health, food and much more!
Botão Voltar ao topo
Translate »