Com o pânico tomando conta de quase todos, com as pequenas e médias empresas fechando e as grandes demitindo em massa, com burocracias em tudo, até mesmo para comprar material para salvar vidas do possível vírus corona, mandos e desmandos de alguns governadores sem o mínimo de fundamentação, podemos ver que o quadro geral não está bom.

Primeiro: as empresas não suportarão mais de um mês pagar funcionários, contabilidade, contas diversas, impostos, aluguel, entre outras por muito tempo. Segundo: os únicos realmente prejudicados financeiramente são os da iniciativa privada, que produzem para manter o público, o próprio setor privado e o Estado engessado, caro e ineficaz. Prova é o desleixo na saúde, pois, em tempos de lock down deveriam estar reforçando a capacidade hospitalar, de UTI, comprando aparelhos, mantimentos, remédios específicos, porém, até o momento, nada disto aconteceu. Este é um retrato de um Estado que parou totalmente, Santa Catarina.

Na região Oeste por exemplo, com dezenas de municípios e alguns com população dentre as maiores do Estado, nada receberam de estrutura e equipamentos, conforme acima citado, de modo que esta foi a justificativa do governo do estado para paralisar todas as atividades consideradas não essenciais. Ou seja, populismo nas redes sociais, entrevistas pomposas, justificativas vazias, pois, sem ações e trabalho até o momento.

Uma crise econômica está sobre nossos ombros, as demissões já são em grande número, com média de 15 dias de paralisação, ou seja, somos uma economia fragilizada por décadas de corrupção e ineficiência estatal e agora pagaremos o pato novamente.

No mesmo estado de Santa Catarina o próprio governador mencionou em determinada entrevista que o ano letivo poderia ser perdido devido ao vírus, mesmo com baixa contaminação e óbitos (na grande maioria pessoas já debilitadas ou com problemas graves de saúde). E o povo? Nem sequer vem dando bola para isto, ou seja, o que o governo fizer? acatamos e pronto. É assim há muito tempo e que continue. Este é o pensamento e omissão da grande maioria do povo. Por não termos estrutura para ensinarmos em EAD ou mesmo ser permitido o Homeschooling, podemos prejudicar milhares de famílias e jovens, a Educação no geral e futuro de nossa sociedade catarinense.

De fato, o circo não pode continuar, empresas precisam trabalhar, pois do contrário, a fome e o desemprego poderão ser bem piores do que tudo isto. Como o governo estadual catarinense, também em outros estados, não podem fazer o que bem entenderem sem concordância geral ou o mínimo de fundamentação e estrutura.

Outro fato intrigante é a questão da Internet em nossos país, que irá abrir as portas para a tecnologia 5G. Porém, muito está por trás de tudo isto. Brevemente, empresa chinesa quer participar de licitação no Brasil para trazer seu sistema 5G, porém, esta mesma gigante chinesa já foi expulsa de vários países como a Noruega, proibida de trabalhar em outros como os EUA, entre outros.

O boicote internacional a esta empresa se deve as suspeitas, denúncias de espionagem, uso de dados e envio para o PCC (Partido comunista chinês – o único do país) para análise e tomada de ações. Também pelo simples fato de que todas as empresas chinesas fazem continência ao governo comunista totalitário, ou seja, tudo pelo poder e expansão. Deixaremos isto acontecer? Daremos nossas informações para um governo nada confiável, ditador, que persegue seu povo, controla a própria Internet para que seu povo não tenha acesso a nada que o governo não concorde? Eis uma questão relevante!

Detalhe é que os chineses já são donos de dezenas de indústrias, comércios, cooperativas agrícolas, frigoríficos de suínos e aves, indústrias do agro, matrizes energéticas (hidrelétricas ou empresas gestoras destes negócios), tem participações em setores da mídia, tem deputados e parlamentares em geral que estranhamente defendem mais parcerias e concessões à China, ou seja, um plano sórdido e pela lei possível, porém, com interesses claramente escusos, pois as denúncias de corrupção, privilégio de informações, aportes financeiros aos donos e investimentos diretamente realizados ou pelo governo chinês ou pelo próprio partido PCC, são facilmente constatados e muitos em investigações policiais e judiciais. Porém, pouco acontece àquele país, ou seja, sanções zero tanto para lá, quanto para quem toma conta dos negócios aqui aos comandos do governo ditador chinês.

Desde constatações de 50 anos atrás, a China vem tentando dominar o Brasil e o faz por meios silenciosos, dentro da lei, porém, em detrimento de nosso povo e país, por saber que o Brasil é o celeiro do mundo e por buscar expansão de território e domínios econômicos. Até quando vamos deixar isto acontecer? Não lutar por nossa soberania e povo? Não sabemos, pois, só depende de nós.

Fonte da imagem: http://www.arteeblog.com/2015/11/analise-de-o-pensador-de-auguste-rodin.html
Print Friendly, PDF & Email

Facebook Comments

Comments are closed.