News

Damares Alves alerta que violações de direitos podem aumentar no confinamento

A ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, alertou, nesta segunda-feira (6), que as violações contra grupos vulneráveis podem aumentar devido ao confinamento determinado para conter o avanço do coronavírus.

A declaração ocorreu em encontro realizado por videoconferência com 17 representantes estaduais que trabalham com temas relacionados aos direitos humanos.

Segundo a ministra, China e Europa experimentaram um aumento no registro de casos de violência doméstica, principalmente contra mulheres e crianças, após os respectivos países terem decretado quarentena.

“Precisamos, neste momento, esquecer nossas diferenças ideológicas ou partidárias para trabalharmos de forma ordenada e planejada, com o objetivo de diminuir ao máximo os efeitos que esta pandemia pode trazer às famílias do país”, afirmou.

Damares Alves afirmou que o Ministério está preparado para receber e encaminhar todas as solicitações dos gestores estaduais e abriu espaço para que cada um apresentasse as demandas regionais.

Ficou acertado que serão realizadas novas reuniões para acertar ações conjuntas emergenciais, principalmente no acolhimento à população de rua e na prevenção à violência contra a mulher.

Pela região Norte, participaram da reunião a secretária de Estado de Assistência e do Desenvolvimento Social (SEAS/RO) de Rondônia, Luana Santos; a secretária de Estado de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania do Amazonas (Sejusc/AM), Caroline Braz; o secretário de Estado da Justiça e da Cidadania de Roraima (Sejuc/RR), André Ferreira; e a secretária de Estado da Inclusão e Mobilização Social do Amapá, Alba Nize Colares.

Representaram os estados nordestinos a secretária de Estado da Mulher e dos Direitos Humanos de Alagoas (Semudh/AL), Maria José da Silva; o secretário de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social da Bahia, Carlos Santana; a secretária de Estado das Mulheres, da Juventude, da Igualdade Racial e dos Direitos Humanos do Rio Grande do Norte, Evelina Macedo; a secretária da Mulher e da Diversidade Humana da Paraíba, Lidia Moura; e o secretário de Justiça e Direitos Humanos de Pernambuco, Eduardo Figueiredo.

Pela região Sudeste, falaram a secretária de Estado de Desenvolvimento Social de Minas Gerais, Elizabeth Jucá; a secretária de Estado de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos do Rio de Janeiro, Fernanda Titonel; e o secretário-executivo de Justiça e Cidadania de São Paulo, Valter Farid.

Representaram a região Sul a secretária de Estado do Desenvolvimento Social de Santa Catarina, Maria Elisa de Caro, e o secretário de Justiça, Cidadania e Direitos Humanos do Rio Grande do Sul, Jose Antônio Paladini.

Da região Centro-Oeste compareceram à reunião virtual a superintendente da Política de Direitos Humanos de Mato Grosso do Sul, Ana Lúcia Américo, a secretária de Estado da Mulher do Distrito Federal, Ericka Filippelli, e o subsecretário de Políticas de Direitos Humanos e de Igualdade Racial do DF, Juvenal Araújo.

Fonte mdh.gov.br

Print Friendly, PDF & Email

Joice Maria Ferreira

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre as atualidades sócio-políticas e econômicas da região.
Botão Voltar ao topo