Ferroviária completa 70 anos

Ferroviária completa 70 anos

Clube de Araraquara coleciona bons resultados dentro de campo por conta do reflexo de sua administração

Em 1950, um grupo de engenheiros da Estrada de Ferro Araraquara se reuniu sob o comando de Antonio Tavares Pereira Lima para discutir a fundação de um time de futebol para a cidade. Na reunião, os trabalhadores da EFA definiram os detalhes do novo clube, como a adoção do grená como cor oficial. Em 12 de abril de 1950 estava fundada a Ferroviária.

Logo em seu quinto ano, o clube de Araraquara conquistou o acesso à elite, onde permaneceu até 1965. De volta já em 1967 a Ferroviária conquistou por três vezes do título de Campeão do Interior -em 1967, 1968 e 1969- e a Taça dos Invictos, em 1972, entregue à equipe pelo jornal A Gazeta Esportiva. Em décadas disputando a primeira divisão, a equipe faz ótima campanha no Paulistão de 1985, quando chega à semifinal sendo superada pela Portuguesa.

Cerca de uma década depois, em 1996, veio a primeira queda em quase 30 anos, porém, de uma forma drástica para o clube. Em 2001, já estava no equivalente ao quarto nível, para onde voltou em 2004, ano em que deu início, no campo, à retomada para retornar a figurar entre os grandes paulistas.

Antes, a Ferroviária tornou-se um clube-empresa em novembro de 2003. O projeto teve o apoio da Prefeitura de Araraquara e, três anos depois, a primeira conquista: o título da Copa Federação Paulista de Futebol -hoje chamada de Copa Paulista de Futebol- e uma vaga na Copa do Brasil de 2007.

O retorno à elite, porém, demorou cerca de dez anos oscilando entre boas e más campanhas nas Séries A2 e A3, porém com austeridade financeira e bom planejamento. Desta maneira, quando conquista o título da Série A2 em 2015, o clube volta forte e sólido para a primeira divisão após quase 20 anos.

Em meio a campanhas na elite, o time se torna uma potência na disputa da Copa Paulista, principal torneio estadual do segundo semestre. Finalista três vezes seguidas da competição, perdeu para o XV de Piracicaba e Votuporanguense em 2016 e 2018, respectivamente, mas bateu a Inter de Limeira em 2017 para ficar com o bicampeonato da competição.

Na última temporada, a Ferroviária chegou às quartas de final, sendo eliminada nos pênaltis para o futuro campeão Corinthians. Na atual temporada, ocupa a quarta posição do Grupo D no Paulistão Sicredi com remotas chances de classificação ao mata-mata. Por outro lado, faz a sua melhor campanha na história da Copa do Brasil, chegando à terceira fase do certame nacional.

Fonte: FPF
Print Friendly, PDF & Email