“Foi o melhor dia da minha vida”, diz Leclerc sobre vitória no Grande Prêmio da Itália de 2019

“Foi o melhor dia da minha vida”, diz Leclerc sobre vitória no Grande Prêmio da Itália de 2019

Charles Leclerc explicou a incrível pressão e alívio de vencer a corrida na casa da Ferrari, o Grande Prêmio da Itália de 2019, em uma aparição oportuna no mais recente Instagram Live da F1 no sábado – e revelou quantas vezes ele assistiu à corrida desde que a venceu

Milhares de pessoas assistiram às perguntas e respostas com o mais jovem vencedor do Grande Prêmio da Ferrari antes da corrida épica de 2019 em Monza ser transmitida ao vivo pelos canais YouTube e Twitch da F1 e F1.com na tarde de ontem.

Refletindo sobre aquela que foi sua segunda vitória na Scuderia, Leclerc disse: “Foi o melhor dia da minha vida, sem dúvida!.

“Foi muito, muito especial – tantas pessoas torcendo por um time, o time em que estou – e um time tão especial, que é a Ferrari”.

“A semana inteira estava desenvolvendo o carro até aquele momento, e finalmente vencer essa corrida foi uma loucura. [Quando eu estava] no pódio, havia centenas de milhares de pessoas e 99% estavam vestindo vermelho … e eles começaram a cantar o hino nacional. Foi um momento muito especial”.

Foi também a primeira vitória em casa da Ferrari desde 2010 e a 19ª em Monza , mas Leclerc disse que a pressão estava a caminho antes que as luzes se apagassem no domingo.

“É a primeira vez na minha carreira que tenho tanta pressão”, disse ele. “O fim de semana começa na segunda-feira da semana de corrida, com muitas atividades. Na terça ou quarta-feira estávamos em Milão, havia tantas pessoas”.

“Você pode realmente sentir que todo o país, toda a Itália está com você e atrás da Ferrari em geral, e você pode sentir que eles querem absolutamente que você vença”.

Mas a Mercedes quase choveu em seu desfile, com Lewis Hamilton e Valtteri Bottas pressionando a Ferrari com força em uma batalha de roer unhas.

“Eu tive Valtteri [Bottas] menos de um segundo atrás de mim durante toda a corrida e, em seguida, Lewis [Hamilton] chegou no final e começou a me pressionar também”.

“Foi muito difícil manter o foco e pude ver os fãs italianos torcendo nas arquibancadas; Eu estava tentando me forçar a não assistir os fãs nas arquibancadas e continuar vizualizando a pista”.

“Mas quando eu finalmente ganhei, foi um alívio, foi um sentimento realmente especial”.

Leclerc assistiu à corrida desde que a venceu no ano passado? Pode apostar.

“Duas vezes”, ele disse. “Em inglês e italiano.”

“Eu sei o que aconteceu no final, então acho que isso ajuda [no suspense].

“Mas é claro que ainda me dá calafrios toda vez que vejo o final da corrida, e é sempre muito especial assistir de volta”, disse ele.

Fonte: Fórmula 1
Print Friendly, PDF & Email