Ministro da Defesa acompanha desinfecção em VLT do Rio de Janeiro (RJ)

Ministro da Defesa acompanha desinfecção em VLT do Rio de Janeiro (RJ)

O ministro da Defesa, Fernando Azevedo, visitou nesta quinta-feira (16) o Comando Conjunto Leste, no Rio de Janeiro (RJ), para acompanhar pessoalmente as ações que estão sendo realizadas nos estados do RJ, ES e MG no combate ao novo Coronavírus. Durante a visita, o ministro participou de um briefing no Centro de Coordenação de Operações, sobre as ações em curso da Operação Covid-19 na região.


Após a visita, Azevedo acompanhou os trabalhos dos militares das equipes de Defesa Biológica, Nuclear, Química e Radiológica (DBNQR) em desinfecção de estações e vagões do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) na Central do Brasil. Na ocasião, destacou que cerca de 29 mil militares já foram empregados no combate ao coronavírus, classificando como um inimigo feroz. “Trata-se de uma guerra e as Forças Armadas estão nela”, afirmou.

O ministro também ressaltou que o enfrentamento à Covid-19 pelas Forças Armadas vem desde o resgate dos brasileiros em Wuhan, na China, com a Operação Regresso à Pátria Amada Brasil. “Desde lá, o Ministério da Defesa com outros ministérios têm atuado muito fortemente por determinação do presidente”, enfatizou.

Operação Covid-19
O Ministério da Defesa ativou, em 20 de março, o Centro de Operações Conjuntas, para atuar na coordenação e no planejamento do emprego das Forças Armadas no combate à Covid-19. Nesse contexto, foram ativados dez Comandos Conjuntos, que cobrem todo o território nacional, além do Comando Aeroespacial (COMAE), de funcionamento permanente. A iniciativa integra o esforço do governo federal no enfrentamento à pandemia e recebeu o nome de Operação Covid-19.

As demandas recebidas pelo Ministério da Defesa, de apoio a órgãos estaduais, municipais e outros são analisadas e direcionadas aos Comandos Conjuntos para avaliarem a possibilidade de atendimento. De acordo com a complexidade da solicitação, podem ser encaminhadas ao Gabinete de Crise, que determina a melhor forma de atendimento.

Por Tenente Franklin

Fonte: Portal de Imprensa do Ministério da Defesa

Print Friendly, PDF & Email