Hamilton rebate rumores sobre movimentos da Ferrari

Hamilton rebate rumores sobre movimentos da Ferrari

Lewis Hamilton esfriou firmemente as conversas sobre a mudança para a Ferrari no futuro imediato, com o seis vezes campeão insistindo que ele “não está tentando se afastar” de sua atual equipe Mercedes, com quem conquistou cinco desses títulos.

O jornal britânico The Sun publicou um artigo na sexta-feira passada, sugerindo que as esperanças de Hamilton de mudar para a Ferrari foram prejudicadas pelos barulhos cada vez mais positivos da Scuderia sobre a permanencia de Sebastian Vettel.

Mas, respondendo ao artigo no Instagram – e citando a manchete do The Sun, Hamilton escreveu: “Primeiro, não há sonho de uma troca para outra equipe. Estou com o meu time dos sonhos”.

“Segundo, não há nada no meu caminho, pois não estou tentando me mexer. Estou com as pessoas que se importaram desde o primeiro dia. Somos o melhor time”.

As especulações sobre a possibilidade de Hamilton se mudar para a Ferrari aumentaram por volta do Grande Prêmio de Abu Dhabi de 2019, quando começaram a circular os rumores de uma reunião entre Hamilton e o presidente da Ferrari, John Elkann.

E, embora a Ferrari reconhecesse que a dupla havia se encontrado, o CEO da empresa, Louis Camilleri, disse que a mídia havia lido muito no encontro. “Foi um evento social que meio que foi desproporcional”, disse Camilleri a jornalistas em um almoço da Ferrari no ano passado. “Eles têm alguns amigos em comum”.

Enquanto isso, o Sun estava respondendo a citações de Vettel nas quais o quatro vezes campeão parecia sugerir que um novo contrato com a Ferrari estava por vir, embora com pontos de interrogação em torno da duração do contrato.

“Seja como for o acordo, será com o que eu e a equipe possamos ficar à vontade”, disse Vettel à imprensa em uma teleconferência na semana passada. “Em termos de duração, eu não sei. Normalmente, os contratos que eu tinha no passado eram acordos de três anos. Sei que sou um dos pilotos mais experientes da Fórmula 1, mas não sou o mais velho e acho que não há limite de idade a esse respeito”.

Fonte: Fórmula 1
Print Friendly, PDF & Email