Esportes

Ouro no Pan de Lima nos 10.000m, Ederson Vilela busca índice olímpico na maratona

Fundista estrearia na distância no último final de semana, quando disputaria a Maratona de Viena (Áustria)

Apesar de ter conquistado a medalha de ouro nos Jogos Pan-americanos Lima 2019 na prova dos 10.000m, Ederson Vilela tem outros planos para os Jogos Olímpicos de Tóquio: disputar a maratona. O objetivo do atleta de 19 anos, natural de Caçapava (SP), era estrear na distância de 41.295 metros no último final de semana, quando seria realizada a Maratona de Viena (Áustria), que acabou cancelada por causa do novo coronavírus. No entanto, com a mudança do calendário internacional, o fundista terá que rever seus planos. 

“O objetivo era tentar o índice olímpico na maratona (2:11.30). Agora estou indeciso, vou refazer a programação quando as coisas estiverem mais claras”, afirmou o atleta, que também foi campeão da Volta da Pampulha em 2019. 

Ederson segue fazendo treinos funcionais em casa, além de corridas em estradas rurais, as quais só tem acesso de carro. “O Claudio (Castilho, treinador) reduziu muito o volume dos meus treinos. Estou fazendo pouca coisa, mas bem isolado e obedecendo todos os cuidados. Tiro o tênis antes de entrar em casa, ponho minhas roupas para lavar e vou tomar banho. Aqui, perto da roça, é muito tranquilo. Tenho liberdade para correr, coisa que os que moram nas grandes cidades não têm”.

Como a Federação Internacional de Atletismo (World Athletics) determinou que nenhuma marca servirá como índice olímpico até o dia 30 de novembro, o atleta deve estrear nas maratonas somente em dezembro.

Foto: Alexandre Loureiro/COB
Fonte: COB
Print Friendly, PDF & Email

Wesley Lima

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais, sócio-políticas e econômicas da região.
Botão Voltar ao topo