A Epopéia Luso-Brazileira

A Epopéia Luso-Brazileira

Em 22 de Abril de 1500, nascia Brasil

Das Astúrias a resistência
Fizeram os mouros pedirem clemência
Bravura e lealdade ao seu Cristo
Os valores que lhes deram a independência

Antes da batalha derradeira
Quis Afonso a proteção do teu Deus
Foi quando na Igreja apareceu Nosso Senhor
E a mais nobre das missões lhe deu

Séculos depois compreenderam a missão
Dar aos indios selvagens
A graça, o presente da conversão

Vivas e salves aos heróis de Portugal
Que obedecendo a Deus se lançavam ao mar
Que beijavam suas mães sem saber se iriam voltar

Autor do Poema Eduardo Blasques Martine. São Paulo,SP.

Print Friendly, PDF & Email