Sintomas da ansiedade podem ser confundidos com os causados pela Covid-19

Sintomas da ansiedade podem ser confundidos com os causados pela Covid-19

Sensações de medo, angústia e insônia são alguns sintomas causados pela ansiedade e que podem surgir durante o isolamento social. Para lidar com esse quadro, a psicóloga organizacional Lizziane Santos, do Hospital das Clínicas do Recife (HC-UFPE/Ebserh), vinculado à Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), apresenta estratégias para ajudar a manter o equilíbrio em tempos de Covid-19.

De acordo com a especialista, quatro procedimentos simples podem ajudar:

  • buscar informações em fontes oficiais;
  • desenvolver atividades criativas nos dias de confinamento;
  • fazer atividade física;
  • falar sobre sentimentos.

A ansiedade também pode levar ao surgimento de sintomas psicossomáticos semelhantes aos causados pelo coronavírus, como tosse, febre, falta de ar e taquicardia. “A falta de ar, um dos principais sintomas da Covid-19, é também um dos sintomas da ansiedade, o que faz muita gente confundir os dois quadros”, explica o psicólogo Diogo Bendelak, que atua na Unidade de Atenção Psicossocial do Hospital Universitário João de Barros Barreto (HUJBB-UFPA), em Belém (PA).

Bendelak destaca que é preciso cuidar da saúde mental neste momento de restrições sociais, pois quadros de ansiedade podem afetar a todos, independentemente de profissão ou classe social. 

A preocupação com a saúde mental é compartilhada por outra profissional da Rede Ebserh. A psicóloga organizacional Cláudia Maria Ribeiro, do Hospital Universitário Lauro Wanderley, na Paraíba, reforça que, nesse cenário de pandemia, não há como tratar a saúde mental como algo de menor importância. “Quando ela é cuidada, olhada, ajuda a superar todas as adversidades que vêm ocorrendo”, disse.

Desde os primeiros anúncios sobre a Covid-19, a Rede Ebserh tem trabalhado em parceria direta com os ministérios da Saúde e da Educação e tendo como diretrizes o monitoramento da situação no país e em suas 40 unidades hospitalares.

Em algumas regiões, as unidades da Rede Ebserh têm atuado como hospitais de referência ao enfrentamento da Covid-19, enquanto que em outras, atuam como retaguarda em atendimentos assistenciais para a população, por meio do Sistema Único de Saúde (SUS).A empresa pública também tem atuado na realização de treinamento de funcionários da Rede, promoção de webaulas, definição de fluxos e instituição de câmaras técnicas de discussões com especialistas.

Fonte portal.mec.gov.br

Print Friendly, PDF & Email